Publicado 14 de Novembro de 2015 - 15h46

Por Alenita de Jesus

Duas pessoas ficaram gravemente feridas após serem atingidas pela explosão de produto químico, em Hortolândia

Carlos Sousa Ramos

Duas pessoas ficaram gravemente feridas após serem atingidas pela explosão de produto químico, em Hortolândia

O jovem Ivan dos Santos Brandão, de 22 anos, que teve cerca 80% do corpo queimado durante a explosão de um produto químico, em Hortolândia, no dia 5 deste mês, morreu neste sábado (14) de madrugada.

Relembre o caso: 'Explosão fere gravemente pai e filho'

Morre vítima de explosão em Hortolândia

Ele estava internado no Hospital de Queimados, em Bauru. Na época, o pai dele, o empreiteiro Euclides Nazareno Brandão, de 55 anos, também ficou ferido e morreu no último dia 7.

O produto químico que explodiu estava em tambores, na casa vizinha de onde estavam as vítimas. O líquido inflamável vazou e pegou fogo, causando a explosão. O responsável pelos tambores ainda não foi encontrado pela polícia.

 

Escrito por:

Alenita de Jesus