Publicado 10 de Novembro de 2015 - 21h25

Por France Press

O colombiano Diego Navarrete Beltrán, ex-guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), foi condenado nesta terça-feira (10) a 27 anos de prisão pelo sequestro de três americanos, informou a promotoria do Distrito de Columbia.

Navarrete Beltrán, 43 anos, extraditado da Colômbia em 2014, se declarou culpado no dia 26 de agosto passado pelo sequestro dos americanos Thomas Howes, Keith Stansell e Marc Gonsalves.

Em fevereiro de 2003, um avião que sobrevoava a selva colombiana em missão de Inteligência foi derrubado pelas Farc.

No local da queda foram assassinados o americano Tom Hanis e o colombiano Luis Alcides Cruz, enquanto Howes, Stansell e Gonsalves foram capturados e mantidos como reféns das Farc durante cinco anos e meio.

Neste período, Navarrete Beltrán e outros "submeteram os reféns americanos a ameaças constantes e à violência, enquanto os levavam de um acampamento a outro nas selvas remotas da Colômbia", disse o promotor Channing Phillips.

Os três reféns americanos foram resgatados no dia 2 de julho de 2008 na chamada Operação Xeque, que libertou outras 15 pessoas, entre elas a ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt.

Escrito por:

France Press