Publicado 11 de Novembro de 2015 - 5h30

O País deve ter nova safra recorde de soja no ano que vem, segundo o primeiro prognóstico para a produção agrícola de 2016 divulgado ontem Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A expectativa é que o volume produzido do grão aumente 3,5%, totalizando 100,2 milhões de toneladas. O volume corresponde a quase metade de toda a produção de grãos brasileira no ano (48,6%). Segundo o IBGE, os preços da soja estão atraentes, estimulando o plantio em detrimento do milho de 1 safra. “A média de preço agora de 2015 foi de R$ 28,00 a saca de 60 quilos do milho, enquanto que para a soja foi de R$ 71,00”, disse Mauro Andreazzi, gerente da Coordenação de Agropecuária do IBGE. Como o milho rende o dobro do volume da soja, a expectativa para a safra nacional de grãos de 2016 é 1,9% menor do que a de 2015. “O milho produz uma média de 100 sacas de 60 kg por hectare, e a soja a metade disso. Então, como está aumentando a área de soja e caindo a área de milho, a safra de grãos de 2016 cai em termos de volume, mas não em termos de valor, porque a soja vale mais que o milho”, ressaltou Andreazzi. (Agência Estado)