Publicado 12 de Novembro de 2015 - 5h30

A Guarda Municipal de Americana (Gama) prendeu na madrugada de ontem um supervisor de vendas e compras, de 39 anos, acusado de furtar placas e estátuas de bronze no Cemitério da Saudade. A polícia suspeita que Jefferson dos Santos Bandeira integre uma quadrilha que vem furtando o local desde o início deste mês.

Só no final de semana que antecedeu o Dia de Finados, foram furtadas 177 peças. Após a prisão de Bandeira, ao menos cinco homens tentaram levar dezenas de objetos, mas não conseguiram, pois testemunhas viram e chamaram a Gama. Entre os produtos deixados pelo bando haviam imagens de até 300 quilos, avaliadas em R$ 15 mil.

Bandeira foi preso após uma testemunha ver dois homens pulando o muro para dentro do cemitério. Ela avisou a Gama que foi no local e esperou pela saída dos suspeitos. O comparsa do supervisor conseguiu fugir. “Após os furtos do início do mês, intensificamos a segurança no cemitério”, contou a administradora, Márcia Siriani. “Os homens não são usuários de drogas. Eles estavam bem vestidos”, disse. A dupla carregava uma imagem de Jesus Cristo de 1,60 metro de altura e 300 quilos. (Alenita Ramirez/Da Agência Anhanguera)