Publicado 10 de Novembro de 2015 - 5h30

As iniciativas que concorrem ao Prêmio Experiência 10, promovido pelo projeto Correio Escola Multimídia, do Grupo RAC, estão sendo avaliadas por cinco jurados, especialistas em educação. As 12 atividades, cujos autores se inscreveram em junho para o concurso, foram mostradas em reportagens pelo Correio Popular entre agosto e outubro, sempre às terças-feiras.O júri avalia as iniciativas a partir de seis critérios. No primeiro, leva-se em consideração a criatividade da proposta, ou seja, a forma como o conteúdo é trabalhado e o uso de recursos diversos como alternativas aos métodos tradicionais de ensino. O segundo critério avalia a originalidade da atividade e a inovação nas práticas utilizadas para trabalhar o conteúdo. Em seguida, o terceiro critério verifica a adequação da proposta à realidade do público. Depois, é a vez de avaliar a pertinência em relação ao conteúdo programático, considerando os currículos dos ensinos Fundamental e Médio. Os dois últimos critérios de avaliação dizem respeito, respectivamente, aos resultados alcançados e à capacidade de replicação por outros educadores. Os professores responsáveis pela melhor iniciativa da escola pública e pela melhor da escola particular receberão um tablet cada um. O professor responsável por aquela que for considerada a segunda melhor iniciativa entre todos os inscritos, seja da escola pública ou particular, receberá como prêmio um fim de semana cultural em São Paulo, com hospedagem, jantar e ingressos para peça de teatro, com direito a acompanhante. O prêmio será concedido por meio de uma parceria do Correio Escola Multimídia e a B.A. Plus Eventos. Um professor também receberá, como terceiro colocado, um jantar ou almoço, para duas pessoas, no Bar do Alemão, em Campinas, outro parceiro do prêmio neste ano. Além da avaliação dos jurados, a iniciativa que mais contou com compartilhamentos e acessos no portal Correio.Com durante a semana de publicação também será premiada: o autor do projeto vai ganhar um jantar ou almoço, com acompanhante, na Cantina Messina, também apoiador do Experiência 10. Na série de reportagens, foram mostradas seis atividades desenvolvidas por professores em escolas particulares e seis por docentes de colégios públicos (municipais e estaduais). Antes do início das publicações, os professores preencheram uma ficha apresentando suas propostas. Foram cerca de 50 inscrições e uma pré-seleção para decidir quais se tornariam temas de reportagens foi realizada, a partir dos mesmos critérios usados agora para a premiação. Os ganhadores de 2015 serão conhecidos na semana que vem.