Publicado 14 de Novembro de 2015 - 5h30

A diretoria do Santos já sabe como pode segurar seus principais jogadores para a próxima temporada, mesmo sem ter muitos recursos. A classificação para a Copa Libertadores é usada pelos dirigentes como trunfo para convencer os atletas a continuar na equipe pelo menos até o meio do ano. Segundo Modesto Roma, presidente do clube, o meia Lucas Lima já disse para ele que gostaria de continuar no clube ano que vem, principalmente se o time for para a Libertadores. Outros jogadores admitem publicamente que jogar a competição continental é um motivo extra para ficar. "O sonho de todo jogador é conseguir ganhar título por um clube como o Santos. A Libertadores vai ser um campeonato muito importante para nós e espero estar à disposição", disse o atacante Geuvânio. (AE)