Publicado 14 de Novembro de 2015 - 5h30

Embalado por duas vitórias consecutivas na Superliga, o Vôlei Brasil Kirin tenta hoje manter os 100% de aproveitamento contra o time de Montes Claros, às 18h, no Ginásio do Taquaral, menos de 48 horas após derrotar o Minas Tênis Clube, na quinta-feira. A partida encerra a sequência de três jogos em Campinas. Nas próximas rodadas da competição, o Brasil Kirin fará três partidas fora de casa — Lebes/Gedore/Canoas, Funvic/Taubaté e São José dos Campos.

Assim como o Brasil Kirin, o adversário de hoje também começou bem a Superliga e venceu os dois jogos disputados até o momento — Funvic/Taubaté e o Sesi São Paulo, ambos por 3 sets a 2. Por isso, a expectativa do técnico Alexandre Stanzioni é por mais um grande confronto. "Temos este objetivo de brigar entre os líderes e estamos perseguindo isso jogo a jogo. Sabemos que teremos mais uma pedreira pela frente, vamos ter que mostrar um pouco a mais, ou seja, seguir evoluindo para manter essa campanha", comentou o treinador.

Stanzioni também ressaltou a importância da boa recuperação para o confronto contra o Montes Claros. "Além do esforço físico, também existe a tensão e o estresse que um jogo como contra o Minas exige, o que gera aumento do desgaste", afirmou. O treinador deixou claro vai optar pelos jogadores que estiverem melhor fisicamente e com mais gás para o jogo. "É importante verificar como todos estão e temos meios de saber isso através de nosso departamento médico. A recuperação é fundamental. Vamos trabalhar para identificar quem está melhor, equalizar a parte física e escolher a melhor formação para buscar esta vitória", completou.

Maior pontuador na partida contra o Minas, com 15 acertos, sendo quatro deles de bloqueio, o central Maurício Souza afirmou que o time está concentrado e focado para buscar a vitória, mesmo com o pouco tempo de recuperação. "Uma sequência como esta faz parte da Superliga, por isso, é importante ter cabeça boa, descansar bem, estudar e nos prepararmos da melhor forma para buscar nosso objetivo", disse o camisa 17.

Além de Brasil Kirin e Montes Claros, o Vôlei Sul/Paquetá Esportes também venceu os dois primeiros jogos na Superliga. (Bruno Bacchetti/ Da Agência Anhanguera)