Publicado 13 de Novembro de 2015 - 5h30

O São Paulo está fazendo os últimos preparativos para a despedida do goleiro e capitão Rogério Ceni, que vai se aposentar ao final desta temporada. A festa será no dia 11 de dezembro, no Morumbi, e colocará frente a frente duas grandes gerações: de um lado, o time que venceu os mundiais de 1992 e 1993 e do outro a equipe campeã do mundo em 2005.

Os problemas políticos no São Paulo atrapalharam a organização do evento porque houve mudança de diretoria no meio do processo. Com a demora, as torcidas uniformizadas passaram a reclamar que o maior ídolo do clube não estava recebendo o tratamento merecido.

O clube ainda não anunciou oficialmente os detalhes da festa, mas é possível que ídolos como o zagueiro uruguaio Diego Lugano, que atua no Cerro Porteño (Paraguai) e que pode reforçar o time na próxima temporada, estejam em ação. O técnico Paulo Autuori, cotado para treinar o time no ano que vem e comandante no Mundial de Clubes da Fifa de 2005, também pode participar.

Rogério Ceni está machucado e deve voltar a treinar no campo só na próxima segunda-feira. Ele sofreu um rompimento no ligamento do tornozelo direito contra o Santos, na Vila Belmiro, pelas semifinais da Copa do Brasil, e não atuou nas duas últimas partidas. Já que voltou aos treinos ontem foi o meia Michel Bastos, que se recuperou de uma gripe. (AE)