Publicado 11 de Novembro de 2015 - 5h30

O Detroit Pistons conseguiu a difícil tarefa de segurar Stephen Curry, mas aí o Golden State Warriors mostrou elenco digno do atual campeão da NBA e venceu na rodada de segunda-feira da liga. Em casa, o time de Oakland viu seu principal jogador ter seu pior desempenho na temporada, mas ainda assim bateu um dos destaques deste início de campeonato por 109 a 95.

O resultado manteve a invencibilidade do Warriors, que lidera a Conferência Oeste após oito partidas e se credencia como favorito a conquistar o bicampeonato. O Pistons, por sua vez, é a grande surpresa do Leste e perdeu somente pela segunda vez em sete confrontos.

O time de Detroit fez o que pôde na segunda e limitou Curry à sua pior produção ofensiva na temporada, com "apenas" 22 pontos. Foram sete arremessos certos em 18 tentados — três em sete na linha de três. Mas Klay Thompson marcou 24 pontos, foi o cestinha da noite e conduziu a vitória. Leandrinho ainda contribuiu com mais dez pontos, sua melhor marca em 2015/2016.

Outros dois favoritos da Conferência Oeste também venceram na segunda-feira. O San Antonio Spurs chegou ao quinto triunfo em sete jogos ao passar sem maiores problemas pelo Sacramento Kings, fora de casa, por 106 a 88. Kawhi Leonard mais uma vez foi o destaque, com 24 pontos, enquanto Tim Duncan contribuiu com 11, além de 14 rebotes.

Já o Los Angeles Clippers teve bem mais trabalho, mas também conheceu a quinta vitória em sete jogos ao bater o Memphis Grizzlies por 94 a 92, em casa. Blake Griffin terminou com 24 pontos e 12 rebotes, mas foi J.J. Redick quem definiu a vitória com seis pontos no último minuto. Marc Gasol ainda teve a chance de empatar em lances livres no fim, mas desperdiçou.

A noite de segunda-feira da NBA ainda teve outros dois brasileiros em quadra. Tiago Splitter foi discreto e anotou somente quatro pontos e três rebotes na surpreendente derrota do Atlanta Hawks para o Minnesota Timberwolves, em casa, por 117 a 107. Já Cristiano Felício aproveitou o tranquilo triunfo de seu Chicago Bulls sobre o Philadelphia 76ers, por 111 a 88, fora de casa, para passar seu primeiro minuto em quadra na temporada e anotar sua primeira assistência. (Da Agência Estado)