Publicado 15 de Novembro de 2015 - 18h01

Por France Press

Nico Rosberg vence GP do Brasil de F1; Massa é 8º

AFP

Nico Rosberg vence GP do Brasil de F1; Massa é 8º

O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, venceu o Grande Prêmio do Brasil de F1, neste domingo (15) em Interlagos, cruzando a linha de chegada logo à frente do companheiro de equipe, o britânico Lewis Hamilton, que já garantiu o tricampeonato mundial, enquanto o brasileiro Felipe Massa terminou na 8ª posição, mas foi desclassificado por irregularidades no pneu.

Esta foi a 5ª vitória em 2015 de Rosberg, que largou na pole e liderou a prova do início ao fim. O alemão geriu perfeitamente sua corrida, poupou os pneus e foi para o pit nas horas certas, conquistando a 13 vitória da carreira na F1, a segunda seguida no GP do Brasil.

"Foi um ótimo fim de semana para mim. Eu controlei a corrida como tinha que fazer e estou feliz", analisou rapidamente Rosberg.

"É um circuito onde não é fácil ultrapassar, então se temos exatamente a mesma estratégia, não pode acontecer e fica chato", resumiu Hamilton.

O campeonato mundial já pertence a Hamilton, mas a vitória de foi importante para Rosberg abrir vantagem ainda maior na briga pela vice-liderança sobre o compatriota Sebastian Vettel, que chegou em 3º lugar.

Com os resultados do GP do Brasil, Rosberg chegou a 297 pontos, abrindo 31 de vantagem sobre o tetracampeão mundial Vettel.

Logo fora do pódio, nas 4ª e 5ª posições, chegar os finlandeses Kimi Raikkonen, da Ferrari, e Valtteri Bottas, da Williams.

Torcida apoia Hamilton

Correndo em casa, os pilotos brasileiros fizeram corridas apagadas e acabaram vendo a torcida local gritar o nome do campeão mundial Hamilton, que homenageou seu ídolo de infância, Ayrton Senna, usando um capacete com as cores do Brasil.

Felipe Massa, da Williams, maior esperança da torcida brasileira, largou em oitavo e se manteve durante quase toda a corrida na mesma posição.

Massa chegou a ser investigado pelos delegados da corrida por ter apresentado uma variação ilegal na pressão de um dos pneus do carro.

Já Felipe Nasr, piloto da modesta Sauber e que saiu do 13º lugar, até conseguiu alguns momentos de emoção em sua estreia em Interlagos como piloto de Fórmula 1, mas teve que lidar com os velhos problemas de desempenho de seu carro e terminou longe da zona de pontuação, em 14º.

- Classificação do GP do Brasil de F1:

1. Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

correu os 305,909 km em 1h31:09.090

(moyenne: 201,363 km/h)

2. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) a 7.756

3. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) a 14.244

4. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) a 47.543

5. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) a 1 volta

6. Nico Hülkenberg (ALE/Force India-Mercedes) a 1 volta

7. Daniil Kvyat (RUS/Red Bull-Renault) a 1 volta

8. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) a 1 volta

9. Romain Grosjean (FRA/Lotus-Mercedes) a 1 volta

10. Max Verstappen (HOL/Toro Rosso-Renault) a 1 volta

11. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-Renault) a 1 volta

12. Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Mercedes) a 1 volta

13. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) a 1 volta

14. Felipe Nasr (BRA/Sauber-Ferrari) a 1 volta

15. Jenson Button (GBR/McLaren-Honda) a 1 volta

16. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) a 1 volta

17. Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari) a 2 voltas

18. Will Stevens (GBR/Marussia-Ferrari) a 4 voltas

19. Alexander Rossi (EUA/Marussia-Ferrari) a 4 voltas

- Classificação do Mundial de Pilotos:

1. Lewis Hamilton (GBR) 363 pts (Campeão)

2. Nico Rosberg (ALE) 297

3. Sebastian Vettel (ALE) 266

4. Valtteri Bottas (FIN) 136

5. Kimi Räikkönen (FIN) 135

6. Felipe Massa (BRA) 121

7. Daniil Kvyat (RUS) 94

8. Daniel Ricciardo (AUS) 84

9. Sergio Pérez (MEX) 68

10. Nico Hülkenberg (ALE) 52

11. Max Verstappen (HOL) 48

12. Romain Grosjean (FRA) 47

13. Felipe Nasr (BRA) 27

14. Pastor Maldonado (VEN) 26

15. Carlos Sainz Jr (ESP) 18

16. Jenson Button (GBR) 16

17. Fernando Alonso (ESP) 11

18. Marcus Ericsson (SUE) 9

Classificação do Mundial de Construtores:

1. Mercedes-AMG 660 pts (Campeã)

2. Ferrari 401

3. Williams 257

4. Red Bull 178

5. Force India 120

6. Lotus 73

7. Toro Rosso 66

8. Sauber 36

9. McLaren 27

Escrito por:

France Press