Publicado 13 de Novembro de 2015 - 18h37

Por Agência Estado

A NBA ainda não descobriu como parar Stephen Curry e seu irresistível Golden State Warriors

France Press

A NBA ainda não descobriu como parar Stephen Curry e seu irresistível Golden State Warriors

A NBA ainda não descobriu como parar Stephen Curry e seu irresistível Golden State Warriors. Na noite de quinta-feira (12), mais uma vítima conheceu o poderio do MVP e dos campeões da temporada passada. Com 46 pontos do astro, o Warriors bateu o bom time do Minnesota Timberwolves, em Minneapolis, por 129 a 116.

O triunfo foi o décimo seguido do Warriors, que se igualou ao Boston Celtics de 1957/58 e de 1964/65 e ao Chicago Bulls de 1996/97 como os únicos times que venceram nas 10 primeiras rodadas da temporada seguinte a um título na NBA. Com mais cinco vitórias, o time liderado por Curry iguala os melhores inícios de temporada da história da principal liga de basquete dos EUA.

Principal nome do Timberwolves neste início de temporada, o armador espanhol Ricky Rubio está machucado e desfalcou a equipe no jogo da última noite. Do outro lado, estava Curry, em forma incrível. Com oito cestas de três pontos em 13 tentativas, o armador somou 46 pontos.

Todos os titulares do Warriors, entretanto, fizeram dois dígitos de pontos. Draymond Green fez 23 pontos e deu 12 assistências, além de ter colhido oito rebotes. Pelo Minnesota, o melhor foi o novato Karl Anthony Towns, com 17 pontos e 11 rebotes.

Leandrinho Barbosa, que vinha entrando bem no Warriors, foi liberado pela franquia para viajar ao Brasil para resolver problemas familiares não revelados. O ala-armador é esperado de volta nos EUA na segunda-feira (16).

O único brasileiro a jogar na quinta à noite na NBA foi Raulzinho, que não foi nada bem. O armador saiu zerado da derrota do Utah Jazz para o Chicago Bulls por 92 a 91. Além de zero pontos, Raulzinho também não pegou rebotes e deu só uma assistência. Nos 15 minutos que ficou em quadra, fez quatro faltas e desperdiçou um ataque.

Pelo Heat, que tem o dobro de vitórias (seis) do que de derrotas (três), o destaque foi Chris Bosh, com 25 pontos. Pelo Jazz, Derrick Favors teve a mesma pontuação, mas ajudou com 12 rebotes.

Por fim, em Phoenix, o Suns ganhou do Los Angeles Clippers por 118 a 104. Brandon Knight teve uma das melhores atuações da carreira, com 37 pontos, levando a equipe ao seu quarto triunfo em oito partidas. O Clippers segue com campanha positiva: cinco vitórias e quatro derrotas.

Escrito por:

Agência Estado