Publicado 13 de Novembro de 2015 - 13h55

Por Agência Estado

Com tantos desfalques, alguns nomes da base deverão ter oportunidade de atuar

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Com tantos desfalques, alguns nomes da base deverão ter oportunidade de atuar

O elenco do Palmeiras viajou na noite da última quinta-feira (12) para Atibaia, onde o elenco ficará até terça-feira, véspera da partida contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada. A expectativa é que o time consiga aproveitar o tempo junto para se unir mais e conseguir repetir o feito realizado assim que o técnico Marcelo Oliveira chegou ao clube.

Logo depois que foi contratado para substituir Oswaldo de Oliveira, Marcelo Oliveira aproveitou uma semana livre e levou o time para Atibaia, após o Palmeiras perder para o Grêmio sob o comando de Alberto Valentim. Na cidade do interior, o treinador comandou diversos trabalhos táticos e o resultado foi imediato.

Em nove jogos, o Palmeiras conquistou oito vitórias e um empate. O resultado mais emblemático foi a contundente goleada por 4 a 0 sobre o São Paulo, no Allianz Parque.

Marcelo Oliveira volta para a cidade interiorana em um cenário completamente diferente. Antes, a expectativa em cima de seu trabalho era imensa, já que ele é o atual bicampeão do Campeonato Brasileiro. Atualmente, a situação é bem distinta e o treinador é um dos mais criticados pelos torcedores, conselheiros e pessoas próximas ao presidente Paulo Nobre.

Nos bastidores, a pressão em cima do dirigente para demitir o treinador é grande. O fato é que se não vencer a Copa do Brasil, a situação de Marcelo Oliveira ficará bastante delicada. Sempre que questionado sobre o assunto, o treinador dá de ombros e diz que está acostumado a trabalhar sob pressão.

Segundo a programação divulgada, o Palmeiras deve treinar em dois períodos nesta sexta-feira e será um dos poucos clubes do país que treinará no sábado e domingo. O time ainda fará atividades na segunda e terça-feira pela manhã. Em seguida, a delegação viaja direto para Curitiba, onde enfrentará o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

Escrito por:

Agência Estado