Publicado 10 de Novembro de 2015 - 18h29

Por Agência Estado

Em grande fase no Santos, Lucas Lima pode ficar com a vaga de Oscar na Seleção Brasileira

Rafael Ribeiro/CBF

Em grande fase no Santos, Lucas Lima pode ficar com a vaga de Oscar na Seleção Brasileira

Candidato à novidade no meio-campo da Seleção Brasileira para o jogo de quinta-feira (12) contra a Argentina, pela 3ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo, Lucas Lima comemora o retorno de Neymar à equipe após o atacante cumprir suspensão imposta pela Conmebol. O meia do Santos exalta não apenas o talento do craque do Barcelona, mas também festeja o fato de Neymar praticamente monopolizar a atenção dos adversários.

"Como a atenção fica mais em cima dele, acaba sobrando espaço para os outros jogadores", disse Lucas Lima em entrevista coletiva nesta terça-feira (10), no CT do Corinthians, onde treinou a Seleção.

Em grande fase no Santos, o meia pode ficar com a vaga de Oscar na Seleção. Dunga faz mistério e fechou o treino desta terça à imprensa. Os jornalistas só puderam acompanhar os 15 minutos finais.

"Só de estar aqui me sinto muito feliz, sempre foi sonho de criança. Claro que aos poucos consigo meu espaço na equipe, espero evoluir a cada jogo com a Seleção, me sinto mais solto a cada jogo", disse Lucas Lima.

Quem também pode ser titular é Ricardo Oliveira. O fato de a dupla jogar no Santos, inclusive, pode ser decisivo na hora de Dunga definir o time. "A gente tem esse entrosamento, isso mostra força do futebol brasileiro. Vários daqui foram convocados. Vamos deixar na mão do professor, que ele sabe", afirmou o meia.

'BRIGA' NO GOL

Depois de se declarar o melhor goleiro do Campeonato Brasileiro, Cássio disse nesta terça que não se vê em vantagem na disputa com Jefferson e Alisson pela vaga de titular da Seleção Brasileira. Às vésperas do jogo contra o Argentina, Dunga faz mistério sobre o goleiro titular da equipe.

"Por ser convocado, todos os jogadores têm condições. Todos foram convocados por méritos. Vou fazer o meu melhor. Se não jogar, estarei dando força aos meus companheiros", disse Cássio.

Titular em 13 dos 17 jogos da Seleção sob o comando de Dunga depois da Copa do Mundo, Jefferson perdeu a vaga para Alisson na partida contra a Venezuela, na última rodada das Eliminatórias, e agora corre o risco de ver Cássio jogar em Buenos Aires.

"Representar a Seleção é motivo de muita felicidade. Se jogar, ficarei muito feliz. Primeiramente, quero fazer a minha parte nos treinos e, depois, se for escolhido, dar conta do recado no jogo. Não é uma fria. Estarei preparado", disse Cássio.

Escrito por:

Agência Estado