Publicado 15 de Novembro de 2015 - 23h23

Por Shana Pereira

O presidente do Grupo RAC Sylvino de Godoy Neto recebe da presidente da ACIC, Adriana Flozi, um troféu por seu pai, Sylvino de Godoy, ter sido presidente da ACIC

Elcio Alves/AAN

O presidente do Grupo RAC Sylvino de Godoy Neto recebe da presidente da ACIC, Adriana Flozi, um troféu por seu pai, Sylvino de Godoy, ter sido presidente da ACIC

A Associação Comercial e Industrial de Campinas (Acic) comemorou no último sábado (14) os 95 anos de fundação em um jantar especial no Espaço Vert, no distrito de Sousas. O evento foi marcado pelo lançamento do livro '95 anos de história' e por homenagens aos 21 ex-presidentes que ajudaram a escrever o legado da entidade. Entre os lembrados na cerimônia, está Sylvino de Godoy, avô do diretor-presidente do Grupo RAC, Sylvino de Godoy Neto. Fundada em 1920, o aniversário da Acic é apenas em 21 de novembro, mas o jantar de comemoração antecipou as celebrações. Na abertura do evento foram entregues uma placa de agradecimentos a todos os patrocinadores da Associação Comercial e logo em seguida a emoção tomou conta do salão com as homengens aos ex-presidentes da associação.

A terceira homenagem da noite foi para Sylvino de Godoy. Como presidente ele esteve em três oportunidades à frente da associação: entre 1933 e 1936; de 1938 a 1939 e 1948 a 1951. Foi um presidente empreendedor, visionário, com uma capacidade de grande articulação. “O meu avô, em tudo que ele fazia, colocava muita determinação e ética, dentro dos princípios que ele seguia fielmente. Fico muito feliz e honrado por ter sido convidado para receber essa homenagem. E também parabenizo todos os presidentes que contribuíram para que a Associação Comercial se tornasse o que se tornou hoje”, disse o diretor-presidente do Grupo RAC, Sylvino de Godoy Neto.

Godoy também lutou pela ampliação da primeira sede, na Rua Barão de Jaguara, para que o crescente número de associados fosse melhor atendido, de maneira mais apropriada. Também esteve à frente do movimento para que fosse criada uma federação das associações comerciais — o que se efetivou depois na década de 60, com a criação Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Ao final das homenagens, os 400 convidados que estiveram presentes no evento cantaram parabéns à Associação Comercial.

De acordo com Adriana Flosi, a atual presidente da associação e primeira mulher a ocupar o cargo, esse evento é para festejar e marcar a história extraordinária que a associação fez durante as últimas nove décadas. A preocupação da presidente desde que assumiu o cargo, quando a associação estava completando seus 90 anos, era que a Acic não tinha sua trajetória documentada e registrada. "Nós esperamos chegar nos 95 anos, porque era uma maneira de ter uma data arredondada e agora podemos apresentar esse trabalho de grande relevância para toda a cidade de Campinas. Espero que as pessoas possam valorizar isso, e também se inspirar nessas histórias para garantir um futuro diferenciado”, afirma.

Segundo a Acic, a entidade é responsável pela representação de 26 mil estabelecimentos campineiros, sendo que 38,1 mil são da área de serviços. A atual sede está localizada na Rua José Paulino e conta com 1,9 mil metros quadrados. Para Flosi, a entidade sempre irá buscar junto aos governos municipais e estaduais, a questão da redução da carga tributária. “Temos que ser relevantes na vida dos empresários, ser relevante significa de fato ter um trabalho, onde os comerciantes precisem da associação comercial para se tornar melhor, para vender mais e prestar um melhor serviço a população, com treinamento, qualificação, esse será sempre o grande desafio”. No final da comemoração todos os convidados foram presenteados com um exemplar do livro.

 

Escrito por:

Shana Pereira