Publicado 13 de Novembro de 2015 - 13h13

Por Alenita Ramirez

Quatro pessoas foram detidas além de vários cadernos, passagens, quatro rodas de liga leve apreendidos; um falso estacionamento foi lacrado

Alenita Ramirez/ AAN

Quatro pessoas foram detidas além de vários cadernos, passagens, quatro rodas de liga leve apreendidos; um falso estacionamento foi lacrado

Quatro pessoas foram detidas e vários cadernos, passagens, quatro rodas liga leve apreendidas e um falso estacionamento lacrado durante operação "pau-de-arara", feita pela Polícia Civil em conjunto com a Polícia Militar, Guarda Municipal e Secretaria de Mobilidade Urbana (Semurb) de Campinas, nesta sexta-feira (13).

A operação visava fiscalizar locais usados como minirodoviária clandestina nas ruas Doutor Ricardo e Salustiano Penteado, no bairro Botafogo. Os detidos prestaram depoimentos e foram liberados após elaboração de termo circunstanciado de ocorrência (TCO).

A operação ocorreu após constatação da PC de que na região da antiga rodoviária havia transporte ilegal de passageiros para cidades do estado de São Paulo e também para estados do norte do país.

Os três locais fiscalizados não têm alvará de funcionamento, apenas um deles fez o pedido junto a Prefeitura no final do ano passado.

O estacionamento lacrado fica na Rua Doutor Ricardo esquina com Doutor Mascaranhas e, segundo o agente fiscal da Semurb Jurandyr Degnessi Júnior, o local já foi notificado desde dezembro de 2014.

O dono alega estacionamento, porém a Prefeitura recebeu denúncia de parada de vans que fazem transporte clandestino para cidades da região e, inclusive, para São Paulo. O dono já foi multado em R$ 2.794,10 para regularizar o estabelecimento, mas até então não apresentou documentação na Prefeitura. Caso ele não apresente adequações nos próximos dias, o comerciante será multado em cerca de R$ 13 mil.

Esse valor poderá dobrar caso ele desobedecer e reabrir o local, sem a legalização.

"Ele também poderá responder por crime de desobediência, que prevê detenção de 15 dias a seis meses e multa", frisou o delegado Roney de Carvalho Barbosa Lima.

Outros duas minirodoviárias clandestinas que funcionam na Rua Salustiano Penteado também foram fiscalizadas e uma delas teve vários cadernos que funcionam como contabilidade e controle de viagens apreendidos. O local não tem alvará.

"Pode se constatar que o local é bem organizado, pois tem controle de tudo. As viagens são para estados do Norte", disse a inspetora da GM, Ana Paula Menezes Rojo.

Na mesma rua, um estacionamento também funciona como minirodoviária e até pousada para passageiros. No local foram apreendidas passagens para o Maranhão.

"Aqui, constatamos que o dono protocolou pedido de alvará para estacionamento e agência de turismo, mas, ainda assim, está trabalhando irregular, pois constatamos que há quartinhos que são usados como pousadas. Isso não pode", disse Degnessi.

Todos foram apresentados no 1º Distrito Policial (DP), onde ocorre processo.

Escrito por:

Alenita Ramirez