Publicado 10 de Novembro de 2015 - 20h15

Por Shana Pereira

Defensoria Pública inaugurada na Chácara Primavera após um ano pagando aluguel: espaço foi reformado para iniciar os atendimentos

Leandro Ferreira

Defensoria Pública inaugurada na Chácara Primavera após um ano pagando aluguel: espaço foi reformado para iniciar os atendimentos

A inauguração de uma nova sede da Defensoria Pública de São Paulo em Campinas, na Chácara Primavera, aumentou em 36% o atendimento feito ao público pelo órgão na cidade. Anteriormente, eram atendidas 110 pessoas por dia, passando para 150. No Fórum de Campinas, o atendimento continuará somente para processos criminais em andamento.

A inauguração do novo prédio foi no início do mês, com o atraso de quase um ano e três meses. A nova estrutura conta com um ambiente espaçoso, três salas para atendimento multidisciplinar por psicólogos, assistentes sociais e instalações acessíveis para pessoas com deficiência e dificuldade de locomoção. Segundo o coordenador da Defensoria Pública, Leandro de Marzo Barreto, o espaço no Fórum não estava comportando a demanda.

“O antedimento estava precário. Melhoramos a qualidade na estrutura para ajudar a população”, afirmou.

Na unidade da Cidade Judiciária, a Defensoria distribui diariamente por volta de 120 senhas a partir das 12h30, horário em que começa o atendimento.

Entre o Fórum e a nova sede agora são 23 defensores públicos atuando nas áreas criminais, execução criminal, infância e juventude, cível e tutela coletiva.

Há dois anos a Defensoria inaugurou sede na Vila Mimosa, com cinco defensores atuando nas áreas cível e familiar.

O novo prédio da Defensoria, instalado na Rua Jorge Figueiredo Correa, foi inaugurado após um ano e três meses pagando aluguel de R$ 95 mil mensais, sem utilização.

Seguranças faziam turnos tomando conta do espaço, que ocupa o equivalente a dois terrenos. A assessoria de imprensa informou que o local não estava abandonado, e que a demora para as reformas para a adaptação seguiram um cronograma técnico e que “respeitou os prazos previstos”.

A Defensoria pode entrar com ações na Justiça para defesa de direitos, atuar em processos em andamento, defender os direitos de pessoas que estão sendo processadas, promover acordos e conciliações entre pessoas em conflito para evitar processo na Justiça. 

SAIBA MAIS

Defensoria Pública - Unidade Campinas

Endereço: Rua Jorge Figueiredo Correa, 1219, Chácara da Primavera

Agendar atendimento pelo telefone 0800 773 4340. As ligações são gratuitas e podem ser feitas diariamente entre 7h e 19h, de segunda a sexta-feira.

Escrito por:

Shana Pereira