Publicado 10 de Novembro de 2015 - 13h58

Este é o segundo cancelamento de rota que a American promove no Aeroporto de Viracopos

American Airlines/ Divulgação

Este é o segundo cancelamento de rota que a American promove no Aeroporto de Viracopos

Os passageiros que embarcam nos voos da American Airlines, no Aeroporto Internacional de Viracopos, estão sendo avisados que a companhia aérea norte-americana vai extinguir suas operações entre o terminal campineiro e Miami. A American, que mantém um voo diário entre Campinas e a cidade na Flórida, passará a operar sazonalmente, a partir de 11 de fevereiro de 2016.

“A American Airlines avalia sua malha aérea e realiza estudos aprofundados, que incluem desempenho de mercado e cenário competitivo, para garantir o melhor aproveitamento de sua frota e tripulação em toda a sua rede de voos e maximizar a sua rentabilidade. Esse extenso planejamento é realizado com um objetivo em mente: torna-se uma companhia mais forte. Como resultado dessa avaliação, os voos da companhia entre Miami e Campinas serão operados de forma sazonal, a partir de 11 de fevereiro de 2016”, informou a companhia em comunicado enviado ao Correio Popular.

Ainda de acordo com a aérea, “O Brasil continua sendo um importante mercado para a American, que oferece mais voos para os Estados Unidos do que qualquer outra companhia. Com as recentes mudanças, a empresa passa operar em nove destinos no país: Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.”

Este é o segundo cancelamento de rota que a American promove no Aeroporto de Viracopos. Em março, a companhia extinguiu os três voos semanais que mantinha entre Campinas e Nova York. A empresa acabou desistindo do trecho apenas três meses após o início das operações. A ligação entre as duas cidades, inaugurada em 1º de dezembro de 2014, deixou de existir em 30 de março deste ano. Na época, a companhia informou que a mudança fazia parte de um plano de adequação de sua malha aérea. Os passageiros de Campinas, de acordo com a American, continuarão a ser antendidos no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos, onde a companhia mantém voos para dos dois destinos até então ofertados em Viracopos.

Aeroporto acumula perdas seguidas de voos internacionais

Com o fim da rota Campinas-Miami, a American Airlines engrossa a lista de companhias que, em menos de um ano, deixaram de operar voos internacionais no Aeroporto de Viracopos. A GOL, que mantinha frequências semanais, também entre Campinas e Miami, deixou de operar o trecho em 25 de outubro.

No dia 15 de dezembro será a vez da Copa Airlines deixar o aeroporto campineiro.

Em setembro, a companhia panamenha anunciou a extinção de seu voo para o Aeroporto de Tocumem, na Cidade do Panamá. A Copa, que chegou a Campinas com um voo diário - único da empresa para uma cidade no Interior -, acabou reduzindo a freqüência para quatro semanais. De acordo com a companhia, a operação em Campinas não se mostrou rentável suficiente para manter a operação.

Azul

Com a saída da GOL, da Copa Airlines e da American, a Azul passará, até o fim do ano, a ser a única opção para os passageiros de Viracopos que pretendem voar para os Estados Unidos. A companhia aérea mantém um voo diário para Fort Lauderdale/Miami e outro para Orlando. A Azul, que havia anunciado uma frequência para Nova York - que seria inaugurada no meio do ano -, preferiu recuar frente à crise econômica e a disparada do dólar. Além da Azul, apenas a TAP mantém voos internacionais no terminal campineiro. A companhia portuguesa voa três vezes de Viracopos para Aeroporto da Portela, em Lisboa.