Publicado 12 de Outubro de 2015 - 19h12

Por Adagoberto F. Baptista

Foto: Carlos Sousa Ramos/AAN

Eric Rocha

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

Motoristas que voltavam para a casa após viajarem no feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida encontravam boas condições de tráfego ontem à noite na região de Campinas. Segundo as concessionárias e a Polícia Militar Rodoviária, o fluxo era intenso, mas não havia o registro de congestionamento nas principais estradas. A expectativa inicial era de que 700 mil veículos passassem pelas rodovias Anhanguera (SP-330) e Bandeirantes (SP-348) desde sexta-feira. Outros 440 mil eram esperados na Dom Pedro I (SP-065), principal meio de ligação entre a Região Metropolitana de Campinas (RMC) e as praias do litoral norte.

As empresas responsáveis pelos trechos previam que o maior pico de veículos começaria a partir das 13h de ontem e seguiria até o fim do dia. Por volta das 19h, só havia o registro de trânsito intenso entre os quilômetros 74 e 58, na pista sentido Capital da Bandeirantes, na altura de Jundiaí. Segundo a AutoBAn, entre a última sexta-feira e às 17h30 de ontem, circularam pelo Sistema Anhanguera-Bandeirantes, entre a saída e chegada à capital, aproxidamente 642 mil veículos.

Durante esse período, foram registrados 65 acidentes, com 41 feridos e uma morte. O acidente fatal aconteceu por volta das 3h da última sexta-feira, no retorno do 113 da Anhanguera, em Sumaré. A vítima, uma mulher cuja idade não foi revelada, perdeu o controle do veículo, colidiu na defensa metálica e capotou. O socorro chegou a ser chamado, mas o óbito foi constatado ainda local. Outras três pessoas que estavam no carro tiveram ferimentos leves. O retorno foi interditado e só liberado quase três horas depois.

Na Rodovia Dom Pedro I, a Rota das Bandeiras contabilizou a presença de 387 mil veículos na estrada até às 17h de ontem. O balanço parcial também contou 21 acidentes, com 12 pessoas feridas. Uma morte foi registrada em um acidente ocorrido nessa segunda-feira de manhã no quilômetro 65 da estrada, no trecho que corta a cidade de Nazaré Paulista. Segundo a empresa, não foram registrados congestionamentos durante o feriado, mesmo no fim da tarde desta segunda-feira, o horário de maior movimento.

Na Rodovia Santos Dumont (SP-75), no trecho entre Itu e Campinas, foi registrada a passagem de 157 mil veículos até às 16h de ontem. Foram 12 acidentes, que provocaram ferimentos em cinco pessoas. Os dados são da concessionária Rodovia das Colinas. A Renovias, por sua vez, informou 17 acidentes, até às 18h, com dez vítimas leves e uma grave em toda a malha viária sob sua concessão. Nela está incluída a Rodovia Governador Doutor Adhemar Pereira de Barro (SP-340). A expectativa era que até o final do feriado prolongado pelo menos 97 mil passassem pelo pedágio de Jaguariúna, no sentido sul de Minas Gerais.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista