Publicado 11 de Outubro de 2015 - 15h24

Por Carlos Augusto Rodrigues da Silva

Os jogadores do Guarani estão de férias e aqueles que renovaram contrato e vão permanecer para o ano que vem só tem retorno previsto para o dia 3 de novembro, data marcada para a reapresentação do elenco. Para os atletas, descanso, mas isso não se aplica ao técnico Pintado. Depois de confirmar que segue no comando da equipe, o treinador passou a trabalhar em busca de potenciais nomes que podem reforçar o time para a disputa da Série A2 do Campeonato Paulista.

Está entre essas atribuições acompanhar de perto várias partidas. Pintado já esteve em Bragança Paulista assistindo a Série B, no sábado acompanhou o sub-20 do Guarani contra o Santos e hoje vai até Poços de Caldas, onde Caldense e Ypiranga disputam o acesso na Série D. Tudo isso para escolher bem aqueles que podem contribuir com o Bugre.

O papel de olheiro do treinador também evita surpresas. “Quero ver ao vivo, para não ter que ficar vendo DVD, ou por vídeo na internet”, revela. “Em DVD, sempre aparece jogador bom, de seleção. Só os melhores momentos. Nunca vi jogador ruim. Por isso, quero ver pessoalmente para minimizar nossos erros”, completa.

Pintado tem deixado à cargo da diretoria a questão das renovações. Ele passou aos dirigentes uma lista com os jogadores que deseja trabalhar, mas disse que não se mete na hora em que é discutido o novo contrato. “Em matéria de dinheiro eu não me envolvo, então fico esperando essas definições para podermos ir atrás dos reforços para posições mais carentes”, explica.

Até o momento, o Bugre confirmou oficialmente as renovações do goleiro Pegorari, os laterais Oziel e Denis Neves, os volantes Thiago Carpini e Diego Silva e o meia Fumagalli.

Sub-20

Após o empate sem gols no sábado, em Paulínia, o Guarani vai precisar vencer o Santos na semana que vem, no Litoral, para garantir vaga para as quartas de final do Campeonato Paulista sub-20. Como fez melhor campanha na primeira fase, o Peixe joga por dois resultados iguais. (Carlos Rodrigues/Da Agência Anhanguera)

Escrito por:

Carlos Augusto Rodrigues da Silva