Publicado 13 de Outubro de 2015 - 11h44

Por Turismo

Nova York

Divulgação

Nova York

Nem o aumento do dólar no primeiro semestre do ano foi capaz de reduzir o interesse do brasileiro pelos Estados Unidos. Na lista dos vinte destinos mais populares para os viajantes brasileiros do Hotel Price Index (HPI) da Hoteis.com, Orlando, Nova York e Miami aparecem na ponta, com a última superando Buenos Aires na comparação com o mesmo período de 2014.

O HPI é um relatório periódico de preços de hotéis nos principais destinos do mundo, que monitora a variação dos preços realmente pagos* por acomodação, oferecendo uma valiosa análise das movimentações. Os dados têm como base as reservas feitas por meio do site Hoteis.com em milhares de estabelecimentos no mundo todo.

A lista contou com oito destinos americanos (Orlando, Nova York, Miami, Los Angeles, San Francisco, Lake Buena Vista, Fort Lauderdale e Las Vegas), nove europeus (Paris, Roma, Lisboa, Amsterdã, Barcelona, Madri e Berlim) e quatro latino-americanos (Buenos Aires, Montevidéu, Cancun e Santiago). A única novidade é a da capital alemã, que superou Punta Cana, na República Dominicana, na lista dos 20 primeiros do primeiro semestre de 2015. Amsterdã, na Holanda, foi o destino que registrou o maior aumento, subiu sete posições no ranking comparado ao primeiro semestre de 2014.

Por outro lado, a manutenção ou até o agravamento da desvalorização do real frente ao dólar pode sinalizar uma mudança na liderança da próxima edição, ao acentuar o aumento no valor médio da diária paga pelos brasileiros em hotéis dos destinos norte-americanos, que chegou a 31% em San Francisco no primeiro semestre de 2015. Enquanto isso, o valor médio das diárias pagas nos destinos europeus apresentou uma variação mais estável, com aumento de 1% em Paris e 6% em Amsterdã.

Rio de Janeiro: preferido pelos estrangeiros

Em relação aos destinos brasileiros com maior procura estrangeira, o Rio de Janeiro voltou ao topo, superando São Paulo, que estava no topo da lista do primeiro semestre de 2014. Junto às duas principais cidades do país, Foz do Iguaçu completou o “pódio”, ultrapassando Salvador e Brasília.

Os destinos da região Sudeste alcançaram 35% da lista, representados por Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Búzios, Campinas, Barueri e Paraty. O Nordeste apareceu atrás com seis: Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Maceió e João Pessoa. O Sul contou com Foz do Iguaçu, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis e Balneário Camboriú. Completam a lista Brasília e Manaus. As novidades em relação ao ano passado ficam por conta de Maceió e Balneário Camboriú, que ocupam os lugares de Ipojuca (CE) e Tibau do Sul (RN).

Após a Copa do Mundo, Florianópolis subiu quatro posições, chegando ao nono lugar. O fenômeno se repetiu em Foz do Iguaçu, Búzios, Campinas e Paraty, todos apresentaram melhora na demanda após o Mundial, que impulsionou o turismo nas 12 cidades-sede e destinos próximos.

“Com o fim da Copa do Mundo ocorreu também uma mudança no perfil do viajante estrangeiro, de forma que alguns destinos que ficaram em segundo plano durante o Mundial voltaram a ser os pontos de interesse de antes”, comentou Carolina Piber, gerente geral da marca Hoteis.com para a América Latina.

Escrito por:

Turismo