Publicado 13 de Outubro de 2015 - 12h42

Por Paulo Santana

Derrota ou empate eliminam o Red Bull da briga pela classificação

Divulgação

Derrota ou empate eliminam o Red Bull da briga pela classificação

Sonhando com uma combinação de resultados para poder se classificar para as quartas-de-final da Série D do Campeonato Brasileiro, o Red Bull entra em campo nesta segunda-feira (7), às 16h, no Moisés Lucarelli, com a obrigação de vencer o Operário-PR. Se fizer a sua parte na despedida da primeira fase — folga no próximo final de semana —, o time campineiro poderá cultivar a esperança até a última rodada, marcada para o próximo domingo.

Se empatar, o time campineiro diz adeus hoje ao acesso. Isso porque tem oito pontos e ocupa a quarta posição do seu grupo. Se vencer, supera o Operário-PR e o Resende e poderá assumir a 2ª posição. Ainda assim, terá que torcer por um empate no jogo entre Resende e Operário, no próximo domingo, e levar vantagem no saldo de gols.

“Enquanto a chance matemática existir, vamos lutar pela classificação. Vamos entrar com muita vontade e faremos a nossa parte para conquistar a vitória e a vaga”, disse o técnico Mauricio Barbieri, que tem dois desfalques para o confronto de hoje: o volante Luan e o atacante Denilson, que cumprem suspensão automática. Em compensação, Alex Reinaldo e Marcelo Cordeiro voltam para as laterais.

Já o Operário, atual campeão paranaense, poderá contar com importantes reforços. O goleiro Paulo Sérgio, o lateral Julinho, o meia Rennan Oliveira e os atacantes Elionar Bombinha e Rodrigo Jesus tiveram os contratos registrados no BID.

Com isso, o técnico Itamar Schülle poderá contar com estes jogadores para o jogo de hoje. Por outro lado, não terá o volante Lucas, o meia Pedrinho e o zagueiro Douglas Mendes, todos suspensos. Itamar também cumpre suspensão automática após ser expulso na partida diante do Inter de Lages.

Durante a semana, o treinador optou por fechar os portões dos treinos do Fantasma. Segundo Schülle sua equipe precisa manter a regularidade durante os 90 minutos da partida para vencer o Red Bull.

“Trabalhamos a semana inteira com algumas variações e situações de jogo para estarmos preparados. Temos que apresentar um jogo equilibrado para sairmos de Campinas com um resultado positivo”, disse. Uma vitória simples, combinada com empate entre Inter de Lages e Resende, garante o Fantasma na próxima fase da Série D 2015.

No primeiro turno, o Operário venceu, em Ponta Grossa, por 2 a 1. Na ocasião, assumiu a liderança do grupo e o time de Campinas estava sem nenhum ponto na tabela de classificação do campeonato. O jogo teve um público superior a 2,5 mil pagantes.

 

Escrito por:

Paulo Santana