Publicado 13 de Outubro de 2015 - 12h40

Por Carlos Rodrigues

Jogo do Red Bull contra o Operário foi disputado em Ponta Grossa; derrota por 2 a 1

Divulgação

Jogo do Red Bull contra o Operário foi disputado em Ponta Grossa; derrota por 2 a 1

Não foi como se imaginava a estreia do Red Bull Brasil em competições nacionais. O Toro Loko fez neste domingo (19) um primeiro tempo muito ruim, saiu em desvantagem e, mesmo melhorando na etapa final, não evitou a derrota para o Operário (PR) por 2 a 1, no Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, pela segunda rodada da Série D do Campeonato Brasileiro.

O resultado deixa a equipe campineira na última colocação do grupo A7, mas com um jogo a menos do que o adversário, que lidera a chave. No próximo sábado (1º), o Red Bull recebe o Inter de Lages, no Moisés Lucarelli, em seu primeiro jogo em casa.

O começo da partida foi um reflexo da reformulação sofrida pelo Toro Loko. Com seis reforços entre os titulares, o time sofreu com a falta de entrosamento e viu o adversário dominar o confronto.

Com boa parte da base campeã paranaense, o Operário foi para cima e abriu o placar aos 13'. Lucas fez bela jogada individual e, de calcanhar, serviu Joelson, que bateu no canto de Juninho. Com o ataque improdutivo e muitas dificuldades na marcação, principalmente pelos lados do campo, o Red Bull ainda levou mais um no primeiro tempo. Em cobrança de escanteio ensaiada, Jonathan Silva levantou na área e o zagueiro Sosa, de cabeça, marcou o segundo.

No intervalo, o técnico Maurício Barbieri promoveu as entradas de Nando Carandina e Romão, o Toro Loko voltou melhor e descontou logo aos 4' da etapa final. Alex Reinaldo fez a jogada e cruzou para Caio Dantas, que conferiu de primeira.

O gol deixou o jogo aberto e os campineiros partiram em busca do empate, mas o domínio foi em vão. O Toro Loko trabalhou bastante a bola, mas finalizou pouco e amargou a derrota na estreia.

Após o jogo, o técnico Maurício Barbieri analisou o resultado. "A equipe não jogou bem na primeira parte do jogo, por isso tivemos que fazer algumas mudanças. Conseguimos marcar o gol no início da etapa final e tomamos mais conta do jogo, mas ainda assim ficou aquém do que a gente pode realizar."

Escrito por:

Carlos Rodrigues