Publicado 12 de Outubro de 2015 - 19h09

Por Marita Siqueira

doses

Fábio Homem de Mello

doses

Foto: Fábio Homem de Mello

Alemão comanda um boteco no boemio Parque Industrial

Alemão comanda um boteco no boemio Parque Industrial

A cada ida ao Parque Industrial tenho mais certeza de que o bairro é o mais autêntico reduto botequeiro de Campinas. Seja nas ruas agitadas ou nas mais tranquilas, existe sempre um bom exemplar de botequim. Como o Bar do Alemão, localizado na pacata esquina das ruas Antônio Félix de Souza Brito e Fartura, há um ano e meio sob o comando de Pablo que, como boa parte dos gaúchos que vivem em São Paulo, é apelidado de Alemão.

Usarei as palavras de Deley, frequentador assíduo e responsável pelo peixe assado na brasa, às vezes, aos finais de semana, para definir o lugar: “Bar do Alemão, onde os amigos são mais do que irmãos”. O lema do camarada, que mora na região há pouco mais de 50 anos, realmente traduz o clima por lá. Durante o tempo em que fiquei (e não foi pouco), senti a amistosidade dos clientes, que prezam por bem acolher os recém-chegados, algo extremamente significativo quando o assunto é boteco e que, na minha opinião, supre qualquer pormenor.

Veja: ao comentar sobre meu gosto pelo samba, logo fui presenteada com Retalhos de Cetim vibrando na jukebox – a ficha custa R$ 1 e dá direito a duas músicas. Quem me ofereceu foi Antônio, um senhor que diz “arranhar” no cavaquinho e integra o grupo Funeral do Samba com os amigos Marcos, Washington, Toninho e Eduardo. O quinteto toca no Bar do Alemão vez ou outra, protagonizando uma roda de samba com música boa, cerveja sobre a mesa e aperitivos para salgar o paladar. Segundo ele, tem até as “funeretes” que acompanham a trupe, com destaque para a animadíssima Dona Teresinha, de 86 anos.

De sexta a domingo, o Alemão costuma oferecer algo diferente para comer, como costela, peixe (levado por Deley), porco e outras sustâncias típicas. Já de terça a quinta tem porções comuns, salgados na estufa e panceta. Mas o grande barato da bodega é mesmo sentar na muretinha, tomar uma cerva gelada, sentir a brisa e prosear com as figuras da localidade.

BAR DO ALEMÃO

Rua Antônio Félix de Souza Brito, 256, Vila Anhanguera (Parque Industrial), f. (19) 3223-0571. De terça a domingo, a partir das 15h.

Escrito por:

Marita Siqueira