Publicado 15 de Outubro de 2015 - 5h30

A Embraer divulgou ontem em Berlim, na Alemanha, suas perspectivas de mercado para a Europa e a Comunidade dos Estados Independentes (CEI). A empresa prevê que estes mercados vão demandar 1.540 novas entregas de jatos no segmento de 70 a 130 assentos, no valor de aproximadamente US$ 72 bilhões ao longo dos próximos 20 anos. Segundo a Embraer, este é o segundo maior mercado mundial para o segmento, com a frota crescendo de 740 para 1.560 unidades até 2034. O relatório aponta que, na Europa, o foco sobre passageiros premium de rotas longas está perto do limite - o que reforça a importância de jatos no segmento de 70 a 130 lugares. (France Press)