Publicado 15 de Outubro de 2015 - 5h30

Um dia depois de registrar a maior alta percentual desde 13 de março, o dólar voltou a operar em baixa ontem, em sintonia com o Exterior. A moeda perdeu R$ 0,05, mas ainda se manteve na casa de R$ 3,80. O dólar terminou a sessão em baixa de 1,39%, a R$ 3,818. A moeda americana abriu em alta, mas virou minutos depois e firmou a queda. Os dados divulgados nos Estados Unidos - e que elevaram as chances de que a alta de juros no país deve mesmo ficar para 2016 - foram fundamentais para o resultado. As vendas no varejo americano, que subiram 0,1% em setembro ante agosto, vieram abaixo da previsão de alta de 0,2%, e os estoques nas empresas, que ficaram estáveis ante previsão de elevação de 0,1%. À tarde foi divulgado o Livro Bege do Fed (Banco Central americano), que também teve efeito de baixa sobre o dólar. O documento mostrou menos otimismo com relação à atividade econômica nos EUA do que o divulgado no início de setembro. Dos 12 distritos do Fed, nove relataram expansão “modesta ou moderada” - no documento anterior, eram 11. (Agência Estado)