Publicado 15 de Outubro de 2015 - 5h30

O presidente da Mercedes-Benz no Brasil, Phillipp Schiemer, lamentou ontem a falta de estabilidade para investir no País e disse que, se ela existisse, mesmo em um momento ruim da economia, o crescimento seria “inevitável” em 2016.

“Mas se não tivermos previsibilidade, se ficarmos nessa sucessão de altos e baixos, aí fica difícil”, disse o executivo durante evento de lançamento de novos veículos da montadora em São Bernardo do Campo. “Enquanto isso”, prosseguiu, “a Mercedes seguirá arrumando a casa para estar pronta a dar uma resposta rápida assim que o mercado apresentar melhora. Temos de estar preparados”, disse. Sobre lançar novos modelos em período de crise, o executivo explicou que a empresa não olha apenas para o momento atual quando decide investir e tomar decisões de produto. “Temos de olhar o longo prazo, e o Brasil tem um potencial muito grande de crescimento”, concluiu. (Agência Estado)