Publicado 15 de Outubro de 2015 - 5h30

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse ontem que é “imprescindível” para o crescimento econômico que haja um clima de tranquilidade e de segurança fiscal, o que aumenta a confiança de empresários e famílias para investir e consumir. “É preciso saber que as contas do governo não vão apresentar surpresas negativas, que não vai haver necessidade de novos aumentos de impostos”, afirmou. As declarações foram feitas no plenário da Câmara dos Deputados, onde o ministro compareceu a convite dos parlamentares. O ministro disse ainda que é mais fácil crescer quando as contas públicas estão em ordem e o Orçamento é superavitário, porque o risco agregado diminui. “Se há segurança fiscal, empresas e pessoas decidem tomar mais riscos e aumentam investimentos. De acordo com ele, a primeira etapa da retomada do crescimento é o acerto do fiscal, o que resultará em mais demanda e emprego. (Da Agência Estado)