Publicado 13 de Outubro de 2015 - 5h30

As ações do Twitter vem enfrentando perdas em meio a relatos de que a empresa está diminuindo o número de funcionários. Os papéis da rede social caíram 6,8% ontem, após a divulgação de um relatório da Re/Code, na última sexta-feira, afirmando que a companhia deve fechar postos de trabalho ainda nesta semana. De acordo com Mark May, analista do Citigroup, a notícia é um lembrete de que o Twitter tem um longo caminho a percorrer. O corte de empregos, que pode afetar a maioria dos setores da companhia, foi anunciado em meio a um cenário preocupante para o Twitter, que viu suas ações despencarem 20% no ano, devido a uma reforma do quadro executivo e a diminuição do número de usuários. Para o Twitter,

o corte poderia ajudar nas margens de lucro da empresa, que ficaram em torno de 24% nos dois primeiros trimestres deste ano, “bem abaixo” de seus concorrentes, segundo o Citi. O banco considera que “para que o Twitter floresça, são necessárias mudanças significativas nos produtos” para impulsionar o engajamento dos usuários.

Um porta-voz do Twitter afirmou que companhia “não faz comentários sobre rumores e especulações”, informou o Dow Jones Newswires. (AE)