Publicado 13 de Outubro de 2015 - 5h30

Um vigilante que trabalhava no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, morreu baleado anteontem, vítima de latrocínio (roubo seguido de morte). Ele foi atingido durante assalto na madrugada de domingo, enquanto ia ao aeroporto pela Rodovia Santos Dumont. Segundo a Polícia Rodoviária, o homem chegou a ser socorrido e hospitalizado no Hospital Municipal Mário Gatti, onde passou por cirurgia, mas não resistiu. Ele foi enterrado ontem em Indaiatuba.

A vítima, cujo nome não foi informado pela polícia, seguia de moto pela rodovia, na altura do Jardim Fernanda, quando foi abordada por ladrões em duas motocicletas. O vigilante tentou fugir, mas os criminosos dispararam três vezes contra ele e roubaram sua motocicleta. A Polícia Rodoviária disse que o vigilante ainda conseguiu ligar para um amigo, que o socorreu e levou até o Mário Gatti. Ninguém foi preso.

Este é o 10 latrocínio na cidade neste ano, crime que desafia, ao lado de roubos a banco, a segurança na cidade. De acordo com as estatísticas divulgadas pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), os dois crimes tiveram aumento significativo entre janeiro a setembro deste ano em Campinas, se comparados com o mesmo período de 2014. Os casos de latrocínios, roubo seguido de morte, no período subiram de seis, em 2014, para dez em 2015 — o aumento foi de 66%. Em todo o ano de 2014, ocorreram oito latrocínios na cidade.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública foi procurada ontem para comentar sobre o patrulhamento na região do crime. A pasta afirmou que “a Polícia Militar adota medidas para a prevenção criminal na região por meio de programas de policiamento, com destaque para o radiopatrulhamento, a Força Tática, o Policiamento Comunitário e as Rondas com Apoio de Motocicleta (Rocam)”.

A SSP também informou que, nos oito primeiros meses de 2015, o batalhão responsável pela área prendeu 98 pessoas, com a remoção de 17 armas das ruas. Também foram apreendidos 94,3 quilos de drogas e recuperados 351 veículos furtados ou roubados. (Da Agência Anhanguera)