Publicado 13 de Outubro de 2015 - 5h30

Os presidentes dos conselhos regionais de Medicina, Bráulio Luna Filho, e de Enfermagem, Fabíola de Campos Braga Mattozinho, pediram ao secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, a adoção de medidas para reduzir a agressão a profissionais de Saúde no Estado. Segundo o Coren-SP, mais de 70% dos profissionais de enfermagem já sofreram algum tipo de agressão. Na Capital, além disso, sete em cada dez médicos já foram vítima de violência em serviço.