Publicado 14 de Outubro de 2015 - 5h30

O Santos renovou o contrato do volante Thiago Maia por mais quatro anos. Uma das principais revelações da campanha de recuperação do Santos após a chegada do técnico Dorival Júnior, o volante de 18 anos terá aumentos salariais gradativos até 2019. Os detalhes foram finalizados em reunião ontem, no CT Rei Pelé, com os representantes do jogador, familiares e a diretoria do Santos. Os direitos econômicos continuam divididos em 72% do Santos e 28% de investidores do jovem jogador.

Até a assinatura do novo vínculo, as negociações foram difíceis, arrastadas e duraram quase 10 meses. Irritado com a postura do empresário Juan Figer, o presidente Modesto Roma Junior chegou a romper relações com o agente. O contrato do atleta era válido apenas até fevereiro de 2016 e, por isso, ele já poderia ter assinado um pré-contrato com outro clube. Ele tinha propostas do Atlético de Madrid, da Espanha, e da Juventus, da Itália.

Thiago Maia passou a ter uma boa sequência como titular neste ano, no fim do trabalho do técnico Marcelo Fernandes e com a chegada de Dorival Júnior. Volante com grande poder de marcação, mas com habilidade para chegar ao gol adversário, Maia soma 28 jogos e um gol.

Dorival Junior ainda não sabe se poderá contar com Lucas Lima, Ricardo Oliveira e Gabriel na partida contra o Grêmio, amanhã, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro. Os dois primeiros defenderam o Brasil diante da Venezuela, ontem, em Fortaleza, pelas Eliminatórias para a Copa de 2018, enquanto que o último atuou pela seleção olímpica na segunda em amistoso contra o Haiti, disputado em Manaus.

Lucas Lima e Ricardo Oliveira desembarcam hoje. Gabriel chegou ontem e ganhou um dia de folga. Dorival Júnior pretende conversar com os jogadores antes de decidir pela escalação. A tendência é que o trio se coloque à disposição. (Da Agência Estado)