Publicado 13 de Outubro de 2015 - 17h21

Adelisa Silva está entre os 13 escritores locais que participarão da Feira Literária da Cultura, de Indaiatuba

Divulgação

Adelisa Silva está entre os 13 escritores locais que participarão da Feira Literária da Cultura, de Indaiatuba

Adelisa Silva, natural de Campinas, mas que mora em Indaiatuba, começou a escrever devido a uma grande perda: a doença e a morte de sua sobrinha Júlia, aos sete anos, vítima de um tumor cerebral.é uma das participantes do evento, com suas obra 'O que Realmente Importa', volumes 1 e 2. Pedagoga por formação e bancária por profissão, Adelisa é uma das participantes da Feira Literária da Cultura de Indaiatuba, que integra o festival Outubro Literário, promovido pela Secretaria Municipal de Cultura e que acontece simultaneamente à já tradicional Feira de Troca de Livros. Além de Adelisa, outros 12 autores locais estarão comercializando seus livros e conversando com os visitantes em uma tenda especial, montada nos locais do evento. 

"A vontade de escrever surgiu da dor, mas, em vez de diminuir com ela, foi aumentando, aumentando... E tudo passou a ser fonte de inspiração! É um relato do meu cotidiano, às vezes trágico, às vezes cômico. Nele registro as minhas angústias, as minhas alegrias e as inúmeras bênçãos com que Deus me presenteia todos os dias”, conta Adelisa Silva.

Em agosto de 2013, Adelisa lançou seu primeiro livro 'O que Realmente Importa", uma coletânea de crônicas do seu blog pessoal. Em julho de 2015, lançou o segundo volume, pela Editora Chiado, com lançamento simultâneo no Brasil e em Portugal. “O livro 'O que Realmente Importa – Vol. II' nasceu espontaneamente", conta a escritora. 

A Feira Litetária realizará sua segunda edição deste mês no próximo sábado (17), no Novo Centro Cultural Morada do Sol (Av. Engenheiro Fábio Roberto Barnabé, 5924), das 9h às 12h.