Publicado 14 de Outubro de 2015 - 5h00

A Secretaria de Recursos Humanos da Prefeitura de Campinas se posicionou a favor da suspensão de contrato com a Mixcred, empresa responsável pelos alimentação e refeição dos 18 mil servidores municipais, após o procedimento que apura irregularidades no serviço. A Administração deve divulgar hoje se rompe ou não o contrato com a operadora. Entre as falhas, estão atrasos de mais de um mês nos repasses a mercados e restaurantes que aceitam o cartão.

Contrato

Como consequência da falta de pagamento, vários estabelecimentos não aceitam mais o cartão da Mixcred e funcionários têm cada vez menos opções as compras. Eles dizem passar por constrangimento nos mercados. A reputação da empresa ficou abalada quando a Sanasa rescindiu o contrato com a operadora em setembro pelos mesmos motivos e preparou nova licitação. Se o contrato com a Prefeitura for reincidido, assume a segunda colocada na licitação, a Verocred.

Frase

“O que deu errado foi o repasse de recursos do pré-sal. Houve um corte no orçamento da educação e faltou dinheiro. É um reflexo da crise econômica.” (Do ex-ministro da Educação Renato Janine Ribeiro, demitido recentemente). 

Água

O superintendente do Departamento de Água e Energia Elétrica do Estado (Daee), Ricardo Daruiz Borsari, se encontra hoje com o prefeito Jonas Donizette (PSB) e o presidente da Sanasa, Arly de Lara Romêo, para detalhar a proposta do governo do Estado para a renovação da outorga do Sistema Cantareira, adiada para 15 de dezembro.

A proposta

O Estado propõe a manutenção de liberação constante de 2 m3/s dos reservatórios nas Bacias PCJ e a garantia de vazão minima no Rio Atibaia, em Valinhos, de 12 m3/s. A Agência Nacional de Águas (ANA) rejeitou a proposta. Jonas quer entender os detalhes para avaliar se irá ou não apoiar essa sugestão do Daee.

Fogos

Começou a tramitar na Câmara de Valinhos projeto do vereador César Rocha (PV) que proíbe a venda e soltura de fogos de artifício e artefatos pirotécnicos com efeitos sonoros na cidade. Segundo ele, o barulho prejudica animais, crianças pequenas, idosos e pessoas hospitalizadas. A multa será de R$ 2.739,60.

Desespero

Segundo o vereador, por terem a audição mais sensível, cães, gatos e pássaros ficam desesperados ao ouvir os fogos e acabam fugindo pelas ruas. Muitos acabam atropelados e machucados. “Em animais silvestres, constatou-se ocorrência de morte, alteração do ciclo reprodutor das espécies e abandono de ninhos”, disse.

Janine 1

Em entrevista ontem para a BandNews FM, o ex-ministro da Educação Renato Janine Ribeiro diz que foi surpreendido pela demissão há duas semanas. Segundo ele, não houve sinal prévio de que ele seria substituído pelo então ministro da Casa Civil Aloísio Mercadante na reforma política. Janine diz que foi informado pela imprensa de sua saída.

Janine 2

Apesar do lema de campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff ter sido Brasil, a pátria educadora, o professor de Ética da USP e filósofo acredita que a pasta ainda não é vista como prioridade, nem pelos políticos e nem pela sociedade.

Lula e as pedaladas

O ex-presidente Lula (PT) falou ontem sobre as pedaladas fiscais de sua sucessora, Dilma Rousseff (PT). segundo ele, as manobras foram organizadas para garantir o pagamento de benefícios dos programas sociais como Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida. O discurso foi feito no 1<SC210,186> Congresso Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), em São Bernardo do Campo (SP), sua base eleitoral. Ao lado de Patrus Ananias, ministro do Desenvolvimento Agrário, Lula ainda fez críticas à oposição.