Publicado 15 de Outubro de 2015 - 9h06

Por France Press

A Volkswagen apresentou um plano para adaptar os automóveis às normas a partir de janeiro de 2016, mas sem contemplar o recall de todos os veículos

Divulgação

A Volkswagen apresentou um plano para adaptar os automóveis às normas a partir de janeiro de 2016, mas sem contemplar o recall de todos os veículos

O governo alemão determinará que a Volkswagen convoque um recall dos 2,4 milhões de veículos a diesel com softwares adulterados no país, afirmou à AFP uma fonte da Autoridade Federal de Transportes (KBA).

"Vamos ordenar a convocação do recall", declarou o porta-voz da KBA.

Na semana passada, a Volkswagen apresentou um plano para adaptar os automóveis às normas a partir de janeiro de 2016, mas sem contemplar o recall de todos os veículos.

A KBA controlará o recall, segundo a fonte.

O ministério dos Transportes e a KBA não haviam comentado até o momento o plano apresentado pela Volkswagen para enfrentar o escândalo.

O ministro dos Transportes, Alexander Dobrindt, concederá uma entrevista coletiva nesta quinta-feira.

O jornal Bild informou que as autoridades estão "perdendo a paciência" com a montadora e não estão dispostas a aceitar apenas a boa vontade demonstrada pela empresa.

A Volkswagen admitiu em setembro que instalou no motor a diesel de 11 milhões de veículos em todo o mundo um software que adulterava os resultados dos testes de emissões de poluentes.

A Alemanha é um dos mercados mais afetados pelo escândalo.

Escrito por:

France Press