Publicado 11 de Outubro de 2015 - 16h11

Por France Press

Onze migrantes sírios e africanos morreram no naufrágio de sua embarcação diante da costa do Egito quando se dirigiam à Europa na noite de sábado, afirmaram autoridades egípcias.

A guarda-costeira egípcia deteve 15 sobreviventes originários de Síria, Egito e outros países da África após o naufrágio da embarcação diante do porto de Baltim (norte), segundo autoridades de segurança e saúde.

Segundo o Alto Comissariado para os Refugiados da ONU (Acnur), 575.500 migrantes atravessaram desde janeiro o Mediterrâneo para chegar à Europa e mais de 3.000 morreram afogados na tentativa.

Escrito por:

France Press