Publicado 12 de Outubro de 2015 - 22h15

Por Paulo Campos

.

Paulo Campos

.

Uma rebelião com reféns terminou sem feridos em unidade da Fundação Casa no bairro San Martin, em Campinas. O local foi cercado por policiais militares até o fim do motim, que começou por volta das 20h desta segunda. A negociação com os funcionários da instituição foi monitorada pelos policiais. A rebelião, segundo a polícia, começou após uma discussão entre internos, que tomaram seis funcionários como reféns. Um jovem chegou a pular os muros, mas foi capturado logo após a fuga.

Viaturas da PM, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e dos Bombeiros foram mobilizadas e permaneceram do lado de fora da unidade. A intervenção policial dentro do prédio, no entanto, não chegou a ser necessária.

Pouco antes do início do motim, segundo o capitão da PM Augusto Paiva, um menor suspeito foi apreendido na parte externa por policiais, que foram avisados pelo 190. O jovem estava tentando jogar dois simulacros de arma para dentro da unidade.

A rendição foi negociada após a PM ser acionada. Ruas de acesso à Fundação foram fechadas pela polícia durante a revolta.

Escrito por:

Paulo Campos