Publicado 11 de Outubro de 2015 - 5h00


ANTONIO CHAHESTIAN

“Escrava Mãe”, uma produção de época escrita por Gustavo Reiz, sob direção-geral de Ivan Zettel, estreia dia 16 de novembro na Record com a missão de manter os bons resultados de “Os Dez Mandamentos”. A trama tem no grupo de protagonistas um ator português, Pedro Carvalho, que fala à coluna sobre expectativas e diferenças entre os dois países no processo de realização de novelas:

“Escrava Mãe” é o seu trabalho de estreia no Brasil?

PC – Sim, é. Foi uma feliz oportunidade que surgiu e que estou a agarrar com unhas e dentes dando tudo de mim. Espero que seja a primeira novela de muitas aqui no Brasil.

Há muitas diferenças no processo de trabalho no Brasil e em Portugal?

PC - Há algumas. No que diz respeito ao trabalho de actor, preparação de cena, é muito idêntico. Mas aqui no Brasil a arte de fazer televisão leva um grande avanço em relação a fazer TV em Portugal, principalmente no que diz respeito ao produto novela, portanto é natural que aqui se perceba uma maior evolução e dinâmica em termos de realização, luz e texto. E também parece existir uma verba maior aqui para se fazer ficção, e isso nota-se nos equipamentos e infraestruturas que suportam cada projeto televisivo.

Como está sua expectativa em relação à resposta do público?

PC - Estou expectante e ansioso confesso. Tento não pensar muito nisso e focar-me mais no personagem que estou a construir, Miguel Sales, em “Escrava Mãe”. Já faço TV faz algum tempo, mas esta é a minha primeira novela no Brasil, ainda por cima interpretando o protagonista da prequela da tal aclamada história “Escrava Isaura”. Estou a dar absolutamente tudo de mim, com muita dedicação, paixão, verdade e entrega. Já tive a oportunidade de assistir a algumas imagens do primeiro capítulo e é extraordinariamente bonito, imagens lindas, uma realização e luz maravilhosas e acting [encenação] por todos os atores com muita entrega. Tenho a certeza que esta linda história vai apaixonar o público.

Quais os seus planos de trabalho após “Escrava Mãe”?

PC - Adoraria que me surgissem novas oportunidades de uma nova novela, seriado, cinema aqui. De fazer carreira entre Brasil e Portugal. Seria a continuação de um sonho tornado realidade.

O time

Além de Pedro Carvalho, “Escrava Mãe” reúne no elenco Gabriela Moreyra, como a personagem título, Fernando Pavão, Thais Fersoza, Antônio Petrin, Bete Coelho, Zezé Motta, Jussara Freire, Luis Guilherme e Cássio Scapin, entre outros.

A produção é da Casablanca.

Os protagonistas Pedro Carvalho e Gabriela Moreyra

Crédito: Antônio Chahestian

Operação: vazamento

Os autores Alcides Nogueira e Mário Teixeira, cientes do perigo, já estão desenvolvendo estratégias para evitar o vazamento dos últimos capítulos de “I Love Paraisópolis”. Uma missão quase impossível, como se sabe.

Cenas alternativas, finais secretos..., vale tudo para preservar os momentos mais importantes.

Centro

A ordem é esconder principalmente o final do Grego, personagem de Caio Castro.

Se vai morrer, ir pra cadeia...

Sem parar

Assim que encerrar o seu compromisso em “I Love Paraisópolis”, Fabiula Nascimento passará a se dedicar à próxima novela das 23h.

Ela já foi convocada para o elenco de “Joaquina – Filha de Tiradentes”.

Desde 2008, ano de estreia na Globo, Fabiula vem emplacando um trabalho atrás do outro, atuando em séries e novelas da casa.

Bola dentro

O “Fantástico” demora para acertar, mas quando acerta... E é o caso do formato “Chefe Secreto”, baseado em Undercover Boss, da CBS, no qual CEOs de grandes companhias passam por funcionários e participam do dia-a-dia dos seus negócios.

Também precisa a participação de Max Gehringer.

Sobrou pra ela

Pela ordem, o “Máquina da Fama” da Patrícia Abravanel, ao final de mais uma temporada, deveria passar a bola para o “Esse Artista Sou Eu”. Deveria. Mas não vai.

O SBT não fechou com a Endemol outra edição da competição na qual um grupo de celebridades deve assumir identidades de grandes estrelas da música nacional e internacional.

Por conta disso, o “Máquina da Fama” vai que vai, direto, sem parar.

Conta

O próprio elenco de “Os Dez Mandamentos” vai organizar uma festinha no Rio de Janeiro para comemorar o encerramento das gravações da novela, no mês que vem.

Alexandre Avancini, diretor, só deve concluir os trabalhos durante a última semana de exibição.

Mulherengo

Ailton Graça está acelerado nas gravações de “Totalmente Demais”, a substituta de “I Love Paraisópolis”.

Na produção que vem aí, ele vive Florisval, um motorista de Carolina (Juliana Paes), que não pode ver um rabo de saia. Está sempre no ataque.

Infantil

Até porque tudo está muito em cima, a tendência é o pessoal do “Pânico” passar longe da primeira temporada do “MasterChef Júnior”.

Não será feita uma sátira do programa, que estreia dia 20 na Band.

Tá perdoado

Muita gente afirma que Juliano Cazarré, o funkeiro MC Merlô de “A Regra do Jogo”, canta muito mal na novela e até ele, o ator, deve concordar com isso. Mas é ficção, um personagem.

Difícil mesmo é aguentar a nossa dura realidade. Merlô, tem coisa muito pior aqui fora, maltratando os nossos santos ouvidos. Perto dessa turma você é fichinha.

Bate – Rebate

· Marcelo Serrado é nome dado como certo em “Velho Chico”...

· ... Luiz Fernando Carvalho, diretor de “Chico”, é um fã declarado do ator e as primeiras conversas já aconteceram.

· Alguém precisa investigar os bastidores do filme “Rio Heat”, rodado no Rio e que tem promessa de virar série policial na Fox...

· ...Muitos envolvidos nessa produção estão reclamando que ainda não viram a cor do dinheiro. Vai ver, “esqueceram”.

· Os finais de semana na televisão paga continuam sofríveis...

· ... Nem HBO e a Rede Telecine escapam. O que esperar, então, das outras?

· Depois da participação em “Babilônia”, Marcos Pitombo aguarda resultado de teste para “Haja Coração”...

· ... Luiza Possi também está na expectativa, para a mesma novela.

· ...Se aprovada, será sua estreia em produções do gênero na Globo.

· Ao contrário do que andaram espalhando nos bastidores, Aguinaldo Silva continua de férias na Globo e à espera do Emmy.

C’est fini

De acordo com o SBT, a campanha Teleton, nesta edição, contará com mais de 200 artistas no palco, um recorde do programa, que vai acontecer nos dias 23 e 24.

A meta é arrecadar R$ 26 milhões.

Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!