Publicado 11 de Setembro de 2015 - 14h01

Por Paulo César Dutra Santana

Paulo Santana

Da Agência Anhanguera

[email protected]

Passados 245 dias de sua ida para os Emirados Árabes com direito a escala em Salvador, o atacante Alexandro voltou ao Majestoso para se reintegrar ao elenco da Ponte Preta. Com a mesma alegria de antes, o Macacão já chegou agitando o vestiário. “Assim que cheguei, já entraram na minha mente dizendo Veio fazer teste, é?. Coisa do Fernando Bob, Rodinei e Juninho, que são parceiros demais”, comentou, de bom humor, o jogador de 28 anos.

Desde que saiu da Ponte, em 6 de janeiro, Alexandro passou pelo Emirates, onde fez 13 jogos e marcou 10 gols. Uma passagem de sucesso. Tanto que chegou-se a cogitar a possibilidade de retorno logo depois. De volta ao Brasil, o atacante foi contratado pelo Bahia, onde marcou apenas duas vezes e não agradou a torcida local.

Contratado para ser opção na mesma função de Borges, Alexandro disse que a ansiedade é grande. “Logo que cheguei, já foi passando um filme pela minha cabeça. Relembrei de todas as coisas boas que vivi aqui e estava com muita saudade. Não vejo a hora de entrar em campo para sentir o calor da torcida novamente”, comentou.

O jogador reconhece que o momento é outro. “Agora é Série A, diferente da Série B que já ficou no passado. Sei que pedir calma ao torcedor neste momento é complicado, mas posso garantir que vamos lutar muito. A Ponte não vai correr risco (de rebaixamento). Vamos, sim, brigar por posição lá em cima, na tabela”, assegura.

Alexandro participou do treino coletivo de ontem e já se colocou à disposição do técnico Doriva. “Tem que estar pronto, né? E eu estou. Se for preciso, já vou para o jogo de domingo (amanhã). Tô com muita saudade de vestir essa camisa de novo e sei que agora só depende de mim”, relata.

Doriva não confirmou a titularidade, mas demonstrou satisfação com Alexandro. “É um jogador competitivo e que tem ambição. Precisamos de jogadores assim. Ele faz gol e é isso que estamos precisando. Toda informação que recebi dele, são ótimas. Um atleta que traz alegria e que também poderá nos ajudar”, disse.

Concorrente direto do Macacão, o atacante Borges voltou a treinar ontem. Ele se recuperou de uma contusão muscuar seguida de inflamação no joelho. “Coisas simples que já foram tratadas”, garante o médico Roberto Nishimura.

Com mais opções de ataque, Doriva se mostrou animado com a possibilidade de acabar com a instabilidade dos homens de frente. “São jogadores importantes (Borges e Alexandro), que sabem fazer gols. Eles sabem jogar jogos deste porte, contra o Santos, porque têm experiência para isso”, comemorou.

Escrito por:

Paulo César Dutra Santana