Publicado 08 de Setembro de 2015 - 14h56

Por Alenita de Jesus

Alenita Ramirez

[email protected]

Um eletricista de 40 anos foi espancado ao tentar defender uma mulher de um assalto dentro do Terminal Rodoviário Ramos de Azevedo, em Campinas, no final da noite de anteontem. A vítima sofreu lesões pelo corpo e hematomas no rosto. Um vendedor de 41 anos foi preso pouco tempo depois, nas imediações do local, suspeito de agredir a vítima.

O crime aconteceu por volta das 23h30, quando o eletricista esperava a chegada da filha e do pai, que vinham de São Bernardo do Campo. A vítima estava no saguão da rodoviária, próximo ao ponto de táxi quando avistou uma mulher que se preparava para entrar em um táxi. A mulher foi abordada por dois bandidos. O eletricista tentou defendê-la do roubo, mas acabou sendo vítima da fúria dos criminosos. Além de ser agredido com chutes e socos, ele teve o seu celular roubado.

A vítima foi socorrida ao Pronto Atendimento (PA) do Centro e ficou muito machucada. Ele foi medicado e liberado.

Um segurança da rodoviária viu a ação e chamou a Guarda Municipal (GM). Em rondas feitas nas imediações, a GM deteve dois suspeitos, mas apenas um deles foi reconhecido como o autor do roubo e agressão e foi preso. O homem foi identificado como Claudionor Veríssimo Fidelis, de 41 anos. “Assustada, a mulher entrou em um táxi e foi embora. Os taxistas quando perceberam a agressão correram atrás dos homens, mas eles fugiram e depois foram localizadas pela guarda”, disse a prima da vítima, D.C.P.S., de 20 anos.

Escrito por:

Alenita de Jesus