Publicado 07 de Setembro de 2015 - 19h05

Por Jaqueline Harumi Ishikawa

Fotos: Jaqueline Harumi

Oito clientes e o gerente do Mc Donalds da Avenida Brasil, no Jardim Guanabara, em Campinas, foram assaltados por quarteto com arma de fogo e faca no fim da noite de anteontem. Segundo o relato das vítimas, os criminosos chegaram por volta das 22h30, exigindo celulares de todos, o dinheiro da unidade, cerca de R$ 8,6 mil, e a CPU do sistema de câmeras de monitoramento. Na fuga feita com um Golf preto um dos suspeitos deixou cair um celular, que foi apreendido no 1º Distrito Policial. A Polícia Civil deve recorrer a imagens da empresa de segurança responsável pelo sistema para tentar identificar os autores do crime. A assessoria de imprensa do Mc Donalds não foi localizada para falar sobre o caso.

Dois caixas eletrônicos foram alvos de criminosos na região. No caso mais grave, em Americana, o alvo foi um terminal do Banco do Brasil do Fórum Trabalhista, no bairro Werner Plaas, por volta das 2h30 de ontem. Um trio de assaltantes armados e com camisetas nos rostos rendeu um vigilante do lado de fora e o trancou em um banheiro com outro vigilante. O terminal chegou a ser danificado sem sucesso, mas foram levados um notebook e um celular. Já em Campinas um caixa do Santander da PUC-Campinas ficou destruído por volta das 22h30 de anteontem, mas o compartimento com dinheiro ficou intacto, sendo que não há suspeita da autoria do crime.

O corpo do motorista Agnaldo Gonçalves de Abreu, 43 anos, foi encontrado ontem de manhã pela Polícia Militar de Hortolândia com pauladas na cabeça, de barriga para cima e vestido apenas de bermuda em uma mata do Jardim Conceição, a 1 km da Rua das Ordálias. De acordo com o boletim de ocorrência, a morte teria acontecido na madrugada do dia anterior. A ex e a atual mulher da vítima ajudaram na identificação, mas não souberam apontar suspeitas da motivação do crime.

Escrito por:

Jaqueline Harumi Ishikawa