Publicado 06 de Setembro de 2015 - 13h44

Por Paulo César Dutra Santana

Paulo Santana

Da Agência Anhanguera

[email protected]

Sonhando com uma combinação de resultados para poder se classificar para as quartas-de-final da Série D do Campeonato Brasileiro, o Red Bull entra em campo, hoje, às 16h, no Estádio Moisés Lucarelli, com a obrigação de vencer o Operário-PR. Se fizer a sua parte na despedida da primeira fase porque folga no próximo final de semana, o time campineiro poderá cultivar a esperança até a última rodada, marcada para domingo.

Se empatar, o time campineiro diz adeus hoje mesmo ao sonho do acesso. Isso porque tem oito pontos e ocupa a terceira posição do seu grupo. Se vencer, supera o Operário-PR e poderá assumir a segunda posição. Ainda assim, terá que torcer contra o próprio Operário e outros adversários diretos na semana que vem.

“Enquanto a chance matemática existir, vamos lutar pela classificação. Vamos entrar com muita vontade e faremos a nossa parte para conquistar a vitória e vaga”, disse o técnico Mauricio Barbieri, que tem dois desfalques para o confronto de hoje: o volante Luan e o atacante Denilson, que cumprem suspensão automática. Em compensação, Alex Reinaldo e Marcelo Cordeiro voltam para as laterais.

Já o Operário, atual campeão paranaense, poderá contar com importantes reforços. O goleiro Paulo Sérgio, o lateral Julinho, o meia Rennan Oliveira e os atacantes Elionar Bombinha e Rodrigo Jesus tiveram os contratos registrados no BID.

Com isso, o técnico Itamar Schülle poderá contar com estes jogadores para o jogo de hoje. Por outro lado, não terá o volante Lucas, o meia Pedrinho e o zagueiro Douglas Mendes, todos suspensos. Itamar também cumpre suspensão automática após ser expulso na partida diante do Inter de Lages.

Durante a semana, o treinador optou por fechar os portões dos treinos do Fantasma. Segundo Schülle sua equipe precisa manter a regularidade durante os 90 minutos da partida para vencer o Red Bull. “Trabalhamos a semana inteira com algumas variações e situações de jogo para estarmos preparados. Temos que apresentar um jogo equilibrado para sairmos de Campinas com um resultado positivo”, disse.

Uma vitória simples , combinada com empate entre Inter de Lages e Resende garante o Fantasma na próxima fase da Série D 2015.

No primeiro turno, o Operário venceu, em Ponta Grossa, por 2 a 1. Na ocasião, assumiu a liderança do grupo e o time de Campinas estava sem nenhum ponto na tabela de classificação. O jogo teve um público superior a 2,5 mil pagantes.

Escrito por:

Paulo César Dutra Santana