Publicado 06 de Setembro de 2015 - 13h10

Por Paulo César Dutra Santana

A Ponte Preta saiu de campo, ontem, comemorando o ponto conquistado na Arena Condá, diante da Chaecoense, que teve aproximadamente 60% de posse de bola. O técnico Doriva classificou como positiva a atuação dos reservas e destacou a melhora de rendimento no segundo tempo, depois da conversa com os atletas no vestiário que mudou o perfil da equipe dentro de campo. “A gente soube jogar o jogo”, disse.

Para o treinador, o bom rendimento da Chape como mandante exigiu uma mudança de postura da Macaca. “Sabíamos que iríamos encontrar pela frente uma equipe bastante forte e que busca o gol a todo momento. Acho que a partida foi bem definida com o time deles melhor no primeiro tempo e a gente com um volume grande de jogo no segundo”, disse o co,mandante alvinegro.

Ao final da análise, Doriva comemorou o empate como visitante, que deixa a Ponte com cinco rodadas sem vitória. “A gente tem que comemorar este ponto. Estamos felizes porque sabemos que não existe jogo fácil no Brasileirão. Agora, é pensar no próximo adversário e na busca da vitória”, considera.

Com 28 pontos, a Macaca caiu na tabela de classificação e ficou mais próxima da perigosa zona de rebaixamento. Para o próximo compromisso, quarta-feira, às 19h30, diante do virtual rebaixado Vasco, no Majestoso, poderá contar com as voltas do atacante Biro Biro e do volante Fernando Bob. A comissão técnica fica na expectativa pela recuperação de Borges, que não atuou ontem em virtude de contusão muscular. O atacante Felipe Azevedo é desfalque certo por causa do terceiro cartão amarelo. (PS/AAN)

Escrito por:

Paulo César Dutra Santana