Publicado 07 de Setembro de 2015 - 10h46

A ótima estreia na vitória contra o Internacional, no sábado (5), pode ter garantido uma vaga a Rogério no clássico contra o Santos, nesta quarta-feira (9), na Vila Belmiro, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante ganhou elogios do técnico colombiano Juan Carlos Osorio e resolveu um problema.

Osorio, que gosta de jogar com três atacantes, ganhou mais uma opção para montar seu sistema ofensivo. Alexandre Pato, que não enfrentou o Internacional porque estava suspenso, volta à equipe. Rogério, se for mantido como titular, roubaria um lugar de Wilder Guisao ou até de Centurión, que foi mal no sábado. Machucado, Luis Fabiano deve continuar fora.

“Rogério é um jogador de time, muito tranquilo. Ele se adaptou bem com os outros atletas. Contra o Inter tivemos atuações individuais de alto nível, mas mostramos força coletiva”, disse Osorio.

Rogério tem 24 anos e disputava a Série B pelo Vitória. Contra o Internacional, ele fez um gol, o primeiro do jogo, e empolgou a torcida com dribles e jogadas de efeito. “Claro que foi uma estreia bem positiva, mas tenho de manter os pés no chão e continuar trabalhando”, disse o atacante, que foi contratado já com um apelido sugestivo de “Neymar do Nordeste". Mas o atacante voltou a pedir para que parem de chamá-lo assim. “Sou Rogério”.