Publicado 09 de Setembro de 2015 - 18h52

Por Paulo Santana

Torcida da Macaca incentiva a equipe

Cedoc/RAC

Torcida da Macaca incentiva a equipe

Em uma noite que nada deu certo, a Ponte Preta fez o mais difícil e conseguiu perder para o Vasco, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (9), no Estádio Moisés Lucarelli, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time campineiro não levou nenhum perigo real ao gol do lanterna e teve o atacante Diego Oliveira expulso no início do segundo tempo num lance infantil. E, depois do apito final, a Macaca saiu de campo sob vaias e com o técnico Doriva sendo chamado de burro.

O resultado eleva para seis o número de rodadas sem vitória na competição.

O Vasco, que vinha de seis derrotas, chegou ao seu 10º gol em 24 rodadas e quebrou um jejum que durava desde o dia 19 de julho, quando tinha conquistado a sua última vitória. O gol do jogo foi marcado por Leandrão, que passou pelo Majestoso em 2012 sem grande destaque. Na ocasião, ele fez 13 partidas pela Ponte e marcou apenas três gols.

Em campo, a Macaca teve um primeiro tempo bastante apático. Sem inspiração e confusa na armação, só chegou uma vez com certo perigo na bola parada. Aos 22', Adrianinho bateu escanteio da esquerda. Renato Chaves surgiu entre os zagueiros e cabeceou para Jordi fazer bela defesa.

Em nova tentativa, aos 32', Biro Biro chegou ao ataque. Dividiu e ganhou dos zagueiros na área, mas foi barrado pelo goleiro vascaíno no momento do arremate. E foi só, porque o Vasco não chegou nenhuma vez ao gol defendido por Marcelo Lomba.

O segundo tempo começou da mesma forma, sem grandes emoções dos dois lados. O Vasco teve uma falta quase em cima da linha da grande área, mas Nenê chutou para fora, aos 11'. A jogada começou com erro de Rodinei na intermediária. Dois minutos depois, Diego Oliveira fez falta desleal em Luan e foi expulso. Ele já tinha recebido cartão amarelo no final do primeiro tempo por simulação de um pênalti.

Doriva mexeu no time e a Ponte conseguiu ficar ainda mais frágil. O Vasco melhorou um pouco e passou a atacar. Aos 21', Riascos recebeu passe na entrada da área, dominou com liberdade e arriscou. A bola passou por cima.

O gol vascaíno saiu depois da participação de quatro jogadores trocando passes como queriam na entrada da área da Macaca. Madson lançou, Riascos escorou para Andrezinho, que rolou para Leandrão. O atacante dominou e colocou no canto de Marcelo Lomba: 1 a 0, aos 30'.

A Ponte não se encontrou. E, aos 38', Leandrão desperdiçou a chance de ampliar. No cruzamento de Nenê, que veio da esquerda, ele ganhou a dividida com Renato Chaves e cabeceou para fora. Aos 49', Rafael Vaz ainda mandou uma bola na trave da Ponte.

Escrito por:

Paulo Santana