Publicado 09 de Setembro de 2015 - 10h49

Por Agência Estado

Irmãs, Serena (E) e Venus Williams (D) se cumprimentam após partida no US Open

France Press

Irmãs, Serena (E) e Venus Williams (D) se cumprimentam após partida no US Open

Em mais um duelo entre as irmãs Williams, a caçula Serena levou a melhor e garantiu a classificação para as semifinais do US Open, com vitória por 2 sets a 1 sobre Venus, nesta terça-feira (8), em Nova York.

Especulava-se que Venus pudesse 'entregar' o jogo para não impedir a irmã de conquistar os quatro Grand Slams da temporada, mas a veterana de 35 anos vendeu caro a derrota, com parciais de 6-2, 1-6 e 6-3, em 1h38 de jogo.

"Venus é simplesmente a adversária mais complicada que tive que enfrentar no circuito", admitiu Serena, que venceu seu 16º jogo em e 27 confrontos contra a irmã.

No US Open, elas se enfrentaram cinco vezes, com três vitórias da caçula e duas de Venus. Serena também tinha levado a melhor em junho, nas oitavas de final de Wimbledon.

"Ela também é a pessoa mais incrível que conheço, é sempre estranho enfrentar ao mesmo tempo ao maior rival e a maior amiga", completou a caçula, que deu um forte abraço na irmã mais velha depois da partida.

Serena fechou o primeiro set em apenas 33 minutos, ao quebrar duas vezes o saque de Venus, que deu o troco no segundo, com aproveitamento incrível no primeiro saque (77%).

No set decisivo, porém, a número um do mundo mostrou-se superior fisicamente e soube fazer a diferença nos pontos importantes.

A líder do ranking, que busca aos 33 anos o heptacampeonato em Flushing Meadows, disputará uma vaga na decisão com a italiana Roberta Vinci, um ano mais nova, que mais cedo superou a francesa Kristina Mladenovic, também em três sets, por 6-3, 5-7 e 6-4.

Se conquistar o torneio, a americana se tornará a primeira a completar o 'calendar slam' (vencer os quatro grandes torneios do ano) desde a alemã Steffi Graf, em 1988.

Ela também buscará igualar o número de títulos de Graf em Grand Slams (22).

Escrito por:

Agência Estado