Publicado 08 de Setembro de 2015 - 19h11

Por Agência Estado

O atacante disse, em entrevista coletiva, que não é uma vergonha sentar no banco

France Press

O atacante disse, em entrevista coletiva, que não é uma vergonha sentar no banco

Já garantida na Eurocopa de 2016, a seleção da Inglaterra venceu mais uma nesta terça-feira (8), ao superar a Suíça por 2 a 0. Mas o triunfo acabou ficando em segundo plano diante de uma marca histórica alcançada no estádio de Wembley, em Londres. Wayne Rooney se tornou o maior goleador da história da seleção ao anotar seu 50º gol pela equipe.

Ao converter pênalti aos 39 minutos do segundo tempo, o atacante superou a lenda Bobby Charlton, que detinha o recorde de gols há 45 anos. Ele alcançara a marca de 49 gols em maio de 1970, 15 anos antes do nascimento de Rooney.

O primeiro gol da partida contra os suíços foi marcado por Harry Kane, ao finalizar rasteiro de canhota, completando cruzamento da direita. Com a vitória, os ingleses alcançaram os 24 pontos e ampliaram a vantagem na liderança do Grupo E. A equipe assegurou a classificação antecipada na rodada anterior, na goleada de 6 a 0 sobre San Marino, no último sábado (5).

A Suíça, com 15 pontos, ainda busca a segunda vaga direta da chave na Eurocopa. Eslovênia e Estônia estão na briga pela posição. As duas seleções se enfrentaram nesta terça e os eslovenos fizeram valer o fator casa ao vencerem por 1 a 0. Ocupam agora o terceiro posto, com 12 pontos. A Estônia segue com 10.

Em outro jogo da chave, San Marino sofreu mais uma derrota. Desta vez perdeu para a Lituânia por 2 a 1. As duas seleções terminaram a partida com apenas 10 jogadores cada, por conta das expulsões do lituano Giedrius Arlauskis e de Nicola Chiaruzzi, de San Marino. A Lituânia chegou aos 9 pontos e manteve chances remotas de classificação. O lanterna segue com apenas um ponto conquistado em oito jogos.

Escrito por:

Agência Estado