Publicado 04 de Setembro de 2015 - 22h40

Por Paulo Santana

Luizinho (à esquerda) e Michael tentam fechar o bloqueio duplo para o Brasil Kirin no jogo contra São José

Elcio Alves/AAN

Luizinho (à esquerda) e Michael tentam fechar o bloqueio duplo para o Brasil Kirin no jogo contra São José

O São José, que perdeu 20 das 22 partidas disputadas pela última Superliga, se reforçou bastante e foi páreo duro para o Brasil Kirin, na noite desta sexta-feira (4), no Ginásio do Taquaral, em Campinas. Em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Paulista masculino de vôlei, o visitante deu trabalho e só acabou superado no tiebreak. O jogo terminou em 3 sets a 2, com parciais de 18/25, 25/22, 25/20, 18/25 e 15/12.

Com esse resultado, o time campineiro caiu para o segundo lugar na tabela e poderá fazer o tira-teima pela primeira posição com o Sesi, outro invicto da competição, no próximo sábado (12), às 18h, na Vila Leopoldina, em São Paulo. Até aqui, as duas equipes estão com 100% de aproveitamento, fruto de três vitórias em três jogos disputados, mas o time da Capital leva vantagem nos critérios de desempate.

Errando muito na recepção e também nas tentativas de ataque, o time campineiro começou mal e perdeu o primeiro set por 25 a 18, em pouco mais de 23 minutos.

Os visitantes continuaram melhor no início do segundo set e mantiveram a vantagem até o 15º ponto quando o time campineiro reagiu para virar e fechar a parcial em 25 a 22, em 26 minutos de jogo.

O terceiro set foi mais equilibrado e tenso. Tanto que teve até cartões amarelos para o técnico Alexandre Stazioni, de Campinas, e para o oposto Lorena, do São José. Os times disputavam a vantagem ponto a ponto até que Campinas deslanchou e levou a melhor: 25 a 20, em quase 29 minutos de bola em jogo.

O quarto set foi todo do time do São José, que saiu na frente e disparou até fechar em 25 a 18, com 24 minutos. O tiebreak, apesar do equilíbrio das equipes, foi decido rapidamente com vitória dos campineiros por 15 a 12.

Escrito por:

Paulo Santana