Publicado 09 de Setembro de 2015 - 5h30

Com queda na produção em quase 8%, mais intensa do que a média nacional, e três mil demissões no último ano, a associação das indústrias automobilísticas que operam no sul do Estado do Rio de Janeiro discute com o governo estadual medidas para alavancar as vendas e melhorar a competitividade do setor.

O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) prometeu avaliar a possibilidade de o próprio Estado adquirir ônibus escolares para os municípios e de incentivar a substituição da frota atual de táxis somente com veículos produzidos no Rio, já de olho nos Jogos Olímpicos 2016. “Não sei se é possível, mas é uma maneira de melhorar e renovar a nossa frota, com o mote dos Jogos Olímpicos. Também podemos tentar comprar ônibus escolar, para ajudar municípios”, disse Pezão ao participar de fórum promovido pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). “Temos que fazer os ajustes que são necessários na máquina pública, mas a gente não pode deixar de crescer, de pensar no emprego, nos trabalhadores.”

O cluster automotivo do sul fluminense inclui cinco grandes montadoras. Com a crise no setor, as fábricas já demitiram três mil pessoas em um ano. (Agência Estado)