Publicado 09 de Setembro de 2015 - 19h05

Quem ainda não viu ou reviu A Hora do Pesadelo, realizado em 1984, e que homenageia o diretor Wes Craven, morto na semana passada, tem mais uma chance na HBO2 (15h30, 16 anos). O filme inaugura um novo tipo de terror que alcança basicamente os adolescentes e cria um personagem, Fred Krueger, que entrou para a história do cinema — hoje, nem mais mete medo; para alguns é até um herói paradigmático. Conta história de adolescentes de uma pequena cidade americana que estão sendo mortos. Para a filha de um policial, o culpado é Fred Krueger, maníaco que foi linchado pela população anos antes e que, agora, invade os sonhos dos filhos de seus executores em busca de vingança. Escrito e dirigido por Wes Craven, o longa deu origem a uma série filmes e a um programa de TV apresentando por Robert Englund, o ator que está por trás da máscara de Freddy Krueger. Outra curiosidade: também marca a estréia do astro Johnny Depp no cinema. É um típico produto dos anos 1980, que brinca com o medo e, ainda assim, causa frisson mesmo depois de tanto tempo.