Publicado 04 de Setembro de 2015 - 19h05

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC) faz um concerto especial hoje, no mais novo espaço de lazer da cidade, o Parque Dom Bosco, no bairro Vida Nova, região do Ouro Verde. “Todo artista tem que ir aonde o povo está!” A música inspirada de Milton Nascimento resume bem o espírito do programa Sinfônica nos Bairros, no qual a Orquestra — considerada o maior patrimônio artístico e cultural de Campinas — se apresenta, gratuitamente, em bairros da cidade. A finalidade é aproximar a OSMC da comunidade e popularizar a música sinfônica com um repertório de compositores nacionais e internacionais. “A Sinfônica de Campinas é a orquestra da cidade e, portanto, dos cidadãos. Assim, não tem sentido se limitar à apresentações no teatro. A proposta é ir até as pessoas”, afirma o diretor artístico e maestro titular, Victor Hugo Toro.

“É parte da política da Sinfônica levar boa música a todas as pessoas, muitas das quais nunca viram uma orquestra ao vivo” , diz Toro, que se encarregou de escolher o programa. “Fizemos uma seleção de músicas populares, sambas, frevos, marchinhas de Carnaval, de compositores brasileiros consagrados, entre eles algumas canções de Milton Nascimento e músicas do repertório popular internacional. É um programa bem palatável, apropriado para a festa que vai ser esse concerto” , afirma o maestro.

Toro destaca também o diferencial do local da apresentação. “O Parque é um espaço belo e único. O concerto será uma celebração, uma festa para que todas as pessoas possam desfrutar do local e da boa música.”

O Parque Dom Bosco foi inaugurado no dia 23 de agosto último. Tem uma área de 200 mil metros quadrados, antes degradada. O bosque conta com oito lagos; duas pistas de caminhada, sete campos de futebol, duas quadras poliesportivas, pista oficial de skate, campos de malha e de bocha, além de duas academias ao ar livre, parquinhos para crianças e oito quiosques cobertos para piquenique.

De acordo com o maestro, a temporada 2015 consolida a trajetória da Sinfônica de Campinas como principal aparato cultural da cidade e região, com uma sólida programação de concertos oficiais, com maestros e solistas convidados, nacionais e internacionais; concertos didáticos e concertos populares, em igrejas, escolas e áreas públicas em variadas regiões da cidade, além de apresentações em cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC).